Diz que me ama e transa com estranhos

raphael_perezÉ mais comum do que se imagina, ver homens pulando a cerca e buscando parceiros para sexo fora da relação estável entre casais do mesmo gênero.

No passado este tipo de comportamento gerou rótulos sobre a promiscuidade e a infidelidade dos gays, pois assim como os heterossexuais, a traição sempre foi vista como falta de caráter, desvio de conduta, compulsão por sexo, pessoa falsa e aproveitadora dos sentimentos alheios.

E porque isso acontece?

O principal motivo é a falta de tesão no parceiro.  A experimentação do sexo com estranhos e sem vínculos afetivos é uma forma de sentir-se vivo e com muito tesão.

Também, longas convivências esfriam o desejo carnal e neste universo da carne cada dia é uma incógnita e novos corpos vão aguçar o desejo.

A traição é uma das maiores dores que alguém pode sentir na vida. Quem já passou por isso sabe bem o que é se decepcionar com uma pessoa que muitas vezes você se doou por inteiro.

Quem é traído, se sente a pior pessoa do mundo, depois de tanta dedicação e amor, foi trocado, muitas vezes, pela “primeira opção que passou na rua.”

Como diz a letra da música da Rita Lee: Amor é cristão, sexo é pagão.

Há pessoas que são insaciáveis e precisam praticar o sexo diariamente, dia sim dia não ou com menor frequência pelo menos uma vez por semana. Se o parceiro não dá conta dessa saciedade, obviamente, busca-se outros parceiros para preencher as lacunas do desejo.

Outra situação é encontrar um amante mais belo, como direi, mais gostoso, porque a comparação com o parceiro da relação estável é inevitável e ocorre a todo momento, todos os dias e principalmente longe dos olhos do companheiro.

É comum, um dos parceiros buscar outro corpo para saciar seus desejos mais íntimos e secretos. Isso passa necessariamente por experimentar outras formas e papeis sexuais. Se na relação estável ele é ativo, na relação eventual pode ser passivo, pratica sexo oral com estranho, mas não faz com o parceiro. É a conhecida história da mulher santa. O companheiro é o santo e puro na história e os parceiros fora da relação são as amantes e putas de plantão.

A traição devido à idade também acontece, principalmente, se um dos parceiros é muito idoso e não tem mais ereção, mesmo que seja o passivo, porque o envelhecimento, as rugas e a pele flácida não é atrativo para a prática sexual.

Existem os compulsivos e mesmo amando o parceiro, sempre haverá buscas por outros corpos e a compulsão leva o indivíduo a arriscar-se em cinemas, banheiros e saunas.

Amar não é sinônimo de propriedade e nos dias atuais as relações abertas são acordos informais para a prática do sexo, sem a preocupação de ser observado e criticado por amigos ou pelo próprio traído. Seria a melhor solução se fosse óbvio, mas nem sempre o parceiro aceita dividir a cama com um estranho. 

Eu conheci uma dezena, talvez duas, de traições entre parceiros. É sempre a mesma história, dizendo que fraquejou, errou e que não acontecerá novamente. Basta surgir a oportunidade e tudo recomeça. Isso está no DNA do ser humano.

Na verdade, os gays estão sempre na busca da perfeição, o parceiro ideal, bom de cama, bonito, gostoso, inteligente, com grana no bolso e que faça sexo diariamente por toda a vida, além de nos amar é claro!

Trocar o parceiro por um estranho para práticas sexuais não é crime. A fidelidade nunca foi requisito para viver uma relação estável, logo e principalmente no meio gay isso é comum porque não existem muitos vínculos com pessoas (esposa, marido, filhos, netos, etc).

As relações entre pessoas do mesmo sexo ainda são vistas pelos gays como relações clandestinas, ou você que tem um parceiro e está numa relação estável nunca se imaginou fazendo sexo com outro homem?

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 04/08/2017, em Comportamento, Relacionamento e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Eu tive um relacionamento de 12 anos com um homem 20 anos mais velho e eu trai muito. Fui muto safado. Não perdia uma chance. Não ficava 30 dias sem trair.
    Hoje eu estou em um novo relacionamento (1 ano e meio) com um homem 13 anos mais velho. Nunca trai e pretendo não trair.É claro que eu penso em outros homens mas, partir para a traição física é outra coisa.
    Eu percebo, no meu caso, que o grande diferencial é o amor. Eu amo meu atual parceiro!!!

  2. Concordo com grande parte, mas algumas coisas como: “Na verdade os gays estão sempre na busca da perfeição” acho que não dá pra generalizar, grande parte talvez, mas outros não. E a parte de desejar ou se imaginar fazendo sexo com outro homem, sem dúvida, todos já tiveram isso, mas acho que também tem que avaliar se foi só vontade ou se o fez de fato. De resto ótimo texto!

    • Olá Cris! Em todas as situações de relacionamentos há variáveis e neste caso da busca pela perfeição, obviamente, cada um busca o que mais se aproxima dos seus sonhos e desejos. Abraço

  3. “Ou você que tem um parceiro e está numa relação estável nunca se imaginou fazendo sexo com outro homem?”. Sim, mas daí a fazer, é outra história! “Isso está no DNA do ser humano.”. Mas será mesmo que de todo ser humano, pois tem gente (independente de orientação sexual) que pode ficar casada anos a fio com uma mesma pessoa e, embora sinta vontade de pular a cerca, não o faz de fato? “O principal motivo é a falta de tesão no parceiro.”. Então não seria melhor conversar? Então libera o parceiro! Tenho meu namorado, a gente fica juntos fim de semana (eventualmente durante a semana também), não sei se isso é bom para dar tesão, pois não ficamos juntos/não nos vemos todos os dias. O que sei é que não pulo a cerca. Não estou dizendo que sou o “bom samaritano”, até porque penso em sexo com outros caras, mas não pulo a cerca! “A traição sempre foi vista como falta de caráter, desvio de conduta, compulsão por sexo, pessoa falsa e aproveitadora dos sentimentos alheios.”. Concordo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: