Eu não sou homossexual – Vida que segue

nao_sou_homossexual_2Caro leitor, esta é a última parte de um longo artigo que escrevi entre 2009 e 2011 e que publiquei aqui no blog nos últimos meses. Enfim, espero contribuir com esclarecimentos sobre a homossexualidade.

Pois é, você não precisa assumir a sua homossexualidade para ser feliz, se o fizer, faça-o consciente, pois cada um tem uma história e uma vida diferente. O ato de assumir é um ato político, ou não?

Escrevi sobre a não aceitação, negação, conflitos interiores e o inconformismo. Observe que tudo isso é um círculo vicioso de atitudes inadequadas à sua sexualidade porque você não se aceita, nega ser gay, luta com os seus demônios, vive décadas de conflitos interiores e ainda por cima é inconformado. Pare o mundo e desça para a realidade.

O que não dá é viver em eterna negação, não para a sociedade, mas para você mesmo. É possível ser feliz sem precisar gritar ao mundo quem você é. Quem trabalha os conflitos interiores deixa o inconformismo de lado e segue em frente.

Você não é um ser inferior, deixe os outros pensarem que é, drible esses caras com inteligência, seja destemido, encare cada ciclo da vida com naturalidade. A vida segue com sua permissão ou não, então que tal ver o lado positivo de cada final? Agarre a oportunidade de recomeçar, seja num novo projeto ou novo relacionamento. Gostar de homens é algo muito especial!

A mudança é inevitável, pois vivemos em constante mutação: passamos pela infância, adolescência, fase adulta e daí em diante. O que determina a nossa felicidade é a capacidade que temos de nos adaptar às maiores transformações do meio. Todos temos esse poder dentro de nós, mas usá-lo é uma questão de escolha. Inclusive, gays bem-sucedidos são aqueles que trabalham todas as questões emocionais de uma forma simples e sem complicações.

Saiba que é preciso cair para se levantar, porque é impossível viver apenas de bons momentos, pois frustrações, dias ruins e até mesmo tragédias fazem parte do nosso caminho. Esses fatos aconteceram ou acontecerão com todo mundo em algum momento da vida, portanto aprenda que isso é perfeitamente natural! Assimilando essa informação, é mais tranquilo lidar com os inconvenientes que surgem na nossa estrada.

Atenha-se às soluções porque se para você que é gay é mais difícil saiba que os problemas existem para serem solucionados! Manter o foco apenas na adversidade é aumentar o sofrimento e se perder no caminho da resolução. Se algo te incomoda, prepare-se para entender como é possível finalizar a situação da forma mais proveitosa e leve possível.

Aprenda com os exemplos de amigos íntimos, não acredite em qualquer pessoa, principalmente, no meio gay. Existem ao nosso redor vários exemplos de sucesso de pessoas que se reergueram das maiores adversidades possíveis e, se outros conseguiram, você também pode. Basta querer, basta correr atrás e não esperar que algo aconteça sem esforço, pois o sucesso precisa de empurrão. Sucesso aqui não é fama, dinheiro ou um bofe escândalo, mas sentir prazer em ser quem é, sem precisar tirar nem por.

Não se acomode, você precisa ser determinado para ter recompensas prazerosas e não estou aqui falando de sexo. É certo que todos os momentos da vida, por mais que durem, terminam por passar. Mas, se algum problema lhe aflige, é preciso ir à luta e querer resolver a situação. A vida exige de nós que não fiquemos inertes. E agir é o que faz a diferença! Quando você vê um homossexual bem resolvido nem imagina o que foi preciso superar para chegar ao objetivo.

Sofremos sim, todos os preconceitos de uma sociedade heteronormativa, mas ainda assim, não é o fim.

Mude as estratégias, se tem algo errado e você não consegue resolver de uma maneira, procure outras formas diferenciadas de fazê-lo. Com certeza, haverá um outro meio para que seus objetivos se concretizem. Não tenha medo de conquistar a liberdade que procura e isso não passa necessariamente em ter que assumir ou tornar público a sua sexualidade.

Vida que segue, compreenda como viver e batalhar todos os dias por uma luta a qual não se sabe quando vai acabar, mas que, nem por isso, deve-se deixar de tentar. Às vezes, se perde; em outras situações, se ganha. Viva para ganhar e saiba perder. Essa é a maneira de sempre seguir em frente.

Se você é jovem, maduro ou idoso, continue a sonhar, os sonhos são um escape para a alma em qualquer idade. São formas de idealizar um futuro melhor, abrem novas possibilidades com escolhas diferentes e abrem as portas para a vida que você sempre almejou.

Sonhe sempre, pois novas cortinas vão se abrir no futuro! Se possível, inclua um parceiro ou um amigo nesta jornada, pois ninguém vive sozinho e para os gays é mais difícil e como não constituímos família, na velhice estaremos, invariavelmente, sozinhos.

Be happy!

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 10/11/2016, em Comportamento, Sexualidade e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Não precisamos assumir para a sociedade, pois ela ainda é muito preconceituosa, mas precisamos assumir pára nós mesmo.

  2. Ótimo texto, ajudou não só na sexualidade mas num contexto geral.

  3. Parabéns Regis! Ótimo texto.

  4. Telmo Montini

    Adorei o artigo, concordo em gênero e numero. Penso quer ser homossexual, não é uma escolha más uma realidade, que deve ser assumida de forma inteligente e com dignidade e sem prostituição. Digo mais na presença de Deus, pois duas pessoas do mesmo sexo podem se amar e se respeitar mútuoamente com fidelidade, igual a um casal de heterossexual.

  5. Parabéns por mais um texto muito bem elaborado e que vai muito além do mundo gay. Sou grato por tudo que você escreve, e a cada texto me surpreendo mais com seu conhecimento.

  6. Nario Jardel Martins de Oliveira

    Parabéns Regis! Vasculhando na Internet eu descobri o seu blog, estou a vários dias navegando pelo seu blog e já li muitos artigos sobre variados temas. O blog é excelente! Me ajuda a refletir muito! Continue com esse trabalho maravilhoso! Está ajudando a muita gente!

  7. Nossa, Regis. Que tapa na cara! Não estou grilado com minha sexualidade, sim com outros problemas, mas mesmo assim esse texto parece que foi feito sob medida para mim! Obrigado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: