Os gays e bissexuais viúvos

A diversidade sexual é complexa e o sexo é paradoxal, pois quem transa com homem e mulher é bissexual, mas os gays que casaram por imposição da família e nunca sentiram prazer em transar com a esposa, são homossexuais. Um homossexual também pode se relacionar com pessoas do sexo oposto, pode ter filhos e educá-los.

Todas as formas de amor e sexo são possíveis e o que define se você é gay ou bissexual é a prevalência do prazer. O desejo inconsciente por pessoas do mesmo sexo indica homossexualidade, mas não quer dizer que é exclusivamente homossexual. Aí vale a tabela de Alfred Kinsey para tentar explicar – A Escala de Kinsey tenta descrever o comportamento sexual de uma pessoa ao longo do tempo e em seus episódios num determinado momento.

Ao olhar no retrovisor da evolução humana, observo todas as transformações sociais vivenciadas nas últimas décadas e neste cenário, homens bissexuais ou gays que se casaram e constituíram família e após a morte da esposa estão buscando relações com parceiros do mesmo sexo.

O mais interessante é que eles até tentam relações casuais, mas não se adaptam às relações efêmeras. Buscam relações estáveis, talvez, devido à longa vida de casado. É o que eu chamo de assimilação. Há exceções, mas a maioria quer uma relação estável.

Nesse universo encontramos homens viúvos com idade acima dos cinquenta anos e a maioria dos senhores tem mais de sessenta anos, alguns já passaram dos setenta e raros tem mais de oitenta anos.

Eu não sou especialista no assunto, mas observando esses personagens, percebo a sublimação do sexo com mulheres e a intensificação do sexo com parceiros, preferencialmente, maduros. Não sei porque isso acontece e pode ser por conta da aceitação social, afinal um viúvo na companhia de outro homem maduro não levanta muitas suspeitas, sendo essas no círculo familiar e de amigos.

O percentual de viúvos que busca jovens para relacionamento é inferior ao percentual dos que buscam homens maduros. Aí então temos um conflito, porque se é por aceitação social eles colocam de lado suas preferências sexuais ou não há conflito e eles gostam de homens maduros e ponto final.

É óbvio que existe um cenário específico para esses relacionamentos, sem contar que viúvos também buscam homens casados, aí sim, é por aceitação social ou seria fetiche? Ou preferência sexual?

Um conhecido meu é louco por senhores viúvos. Ele relatou um desses encontros:

Ele era viúvo há um ano, se chamava Carlos, sessenta e dois anos e após a morte da esposa não transou mais.

Carlos disse que sempre sentiu vontade de se relacionar com um homem e como passivo, mas nunca teve coragem e agora sentia falta de carinho e sexo, mas não tinha vontade de sair à procura de uma mulher, mas ficava excitado quando pensava em procurar homens para sua iniciação homossexual.

Resumo da história: Eles se relacionaram por três meses e o viúvo saiu de cena porque encontrou outro homem por quem se apaixonou perdidamente.

O interessante é que o viúvo assumiu a relação com a sua paixão e levou o homem para morar no seu apartamento. Vale lembrar que o Carlos tem duas filhas, ambas casadas e a principio não aceitaram o relacionamento, mas depois de dois anos tudo se ajeitou e ele vive até hoje com o seu amante. Já as filhas se afastaram do pai e são raros os encontros formais.

christopherSituação semelhante pode ser vista no filme Toda Forma de Amor, com o ator Christopher Plummer, inclusive, ganhador do Oscar de melhor ator coadjuvante por sua sensível interpretação.

Alguns afirmam: o viúvo sendo gay tem tendência de ser passivo, pois os bissexuais gostam de ser ativos, será?

Neste universo de viúves, homens maduros e idosos, gay ou bissexual, estão menos solitários. Foi-se o tempo quando a morte da companheira fazia o outro morrer, isso era conhecido como efeito viúves.

Também, nos relacionamentos entre homens, sendo um viúvo, existe uma infinidade de possibilidades, alguns experimentam diversos parceiros e desempenham diversos papeis, até encontrar o comportamento sexual adequado às suas necessidades ou preferências, porque definir uma identidade na fase adulta é muito difícil. As práticas sexuais são resultados do desejo, da atração, do afeto entre as pessoas e, por isso, são provisórias.

A diversidade deste universo de senhores viúvos é complexa, até porque são improváveis no imaginário popular, mas revelam-se corriqueiras no cotidiano das relações de prazer e afetividade.

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 13/10/2015, em Relacionamento, Sociedade e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: