Corra porque o fim está próximo

candidatos_gaysHá algum tempo eu venho divagando sobre como viviam os gays nos últimos três séculos – Será que importa a diversidade sexual daqueles que já passaram por esta vida?

A história é a ciência que estuda o homem e sua ação no tempo e no espaço, mas pra mim pouco importa a sexualidade de homens e mulheres que não tiveram ações que refletiram no futuro deles, ou no nosso presente.

Imagine daqui 100 anos – Imaginou? Nenhum leitor que está lendo este artigo estará vivo, portanto, de que adianta divagar sobre o passado, nem sobre o futuro porque tudo se resume ao presente.

É óbvio que se hoje a sociedade é menos discriminatória é porque no passado alguém fez algo para mudar o mundo no qual hoje vivemos. Desculpe-me, mas o mundo está uma merda!

Ainda ontem eu era um jovem sonhador e romântico e hoje sou um gay maduro realista ao ponto de não acreditar em mais nada, nem em candidato LGBT procurando o meu voto para as eleições de outubro (foto do post)

Eu acredito na força do meu trabalho para o meu sustento, além de mim poucos são os que têm a minha atenção. Será que vale a pena se preocupar com outros gays? Hoje é cada um por si e ninguém está nem ai comigo ou com você – Sobram apenas os entes queridos; o caso, o companheiro, o parceiro sexual ou familiar de primeiro grau, porque até primos estão correndo da raia.

Um idoso me confidenciou que sempre se preocupou com colegas e amigos gays. Moral da história: hoje ele está sozinho largado à própria sorte e vai morrer daqui a pouco.

De que importa desejar um mundo melhor se não vamos viver nele? Mas não precisa desmatar, poluir e acabar com a água dos mananciais. Todos querem um mundo melhor, mas ninguém faz nada para mudar, inclusive os LGBT.

Veja por exemplo o resultado da Cúpula do Clima que ocorreu ontem na ONU. Quem se manifestou sobre o tema foi apenas os Estados Unidos. China e Índia ficaram quietinhos e são os dois maiores poluidores do planeta; primeiro e terceiro lugar respectivamente.

O Vírus Ebola vai se alastrar rapidamente e ultrapassará as fronteiras africanas ainda este ano. Com tantas coisas ruins acontecendo no mundo, não sei se a raça humana terá chances de viver num mundo melhor, imagine os gays!

O Estado Islâmico é apenas uma das variantes do terrorismo que toma conta do mundo – Tudo em nome da religião! Será que tem gay no ISIS?

Antes de sermos gays somos seres humanos, cidadãos deste mundo fragilizado –  Será que alguém do passado pensou que o futuro seria assim como estamos vivendo?

Esta semana encontrei o meu vizinho e a preocupação dele era a possível falta de água em São Paulo – Ele disse que se a água acabar ele vai embora com o seu companheiro para o sul do Brasil. Viu só? É cada um cuidando apenas do seu. Basta ter grana que tudo se resolve.

Para a grande maioria dos gays o melhor é tirar o cavalinho da chuva, porque se você está sozinho, continuará sozinho e não encontrará aquele bofe escândalo que tanto procura. Me diga há quanto tempo você procura a sua alma gêmea?

Portanto, se você ainda tem sonhos sexuais ou não corra, alias, todos devem correr porque o tempo está se esgotando, o presente é isso tudo que estamos vendo e o futuro, bem, não existirá futuro – Ou porque o mundo vai se consumir em chamas ou porque você vai morrer mesmo!

PS: O sarcasmo deste post é apenas provocação porque comigo está tudo bem.

abraço ao leitor dos Grisalhos.

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 24/09/2014, em Opinião, Sociedade e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Ah, e tem gays entre os islâmicos sim. Mas tudo é feito nas moitas, bem escondidinho. Adoraria ter nascido um macho muçulmano. Poder me casar com uma guria de cinco anos (pasme, a pedofilia lá é tão normal quanto ser heterossexual aqui), ter mais umas quatro esposas e ser respeitado na família. Juro a você que eu seria muito mais feliz.

  2. Pois é. Sabe quando eu era pequeno eu achava que os gays eram diferentes dos heterossexuais, eram melhores em tudo, mais inteligentes e mais, digamos, humanos. Quando conheci o mundo dos homens (sim, o mundo ainda é dos pintos) vi que eu estava enganado. Os gays são pessoas iguais a qualquer hétero, e até mais egoístas, devido ao preconceito que sofrem indiretamente, eu acho. E há muita competição entre eles, inveja dos amigos que estão namorando, etc. Hoje eu busco fazer algo pelo mundo. Percebi que o sentido da vida é viver bem, aprender com os erros, respeitar o próximo, cuidar do meio ambiente, ajudar as pessoas que precisam da nossa ajuda e por aí vai. Não é filosofar. É real pra quem faz. Só soa como filosofar para aqueles que nada levarão para o túmulo a não ser os prazeres egoístas da vida.

    Não faço militância mais. Antigamente eu escrevia em diversos blogs sobre esse tema. Nos cursos da vida eu era o primeiro viado a assumir para a turma na maior cara de pau e ai daquele que falasse algo contra gays e mulheres. Hoje já não faço mais isso. Soa piegas. Ser gay hoje em dia segundo estudos (revista Veja) deixou de ser militância, lutar por direitos dos gays, falar e discutir sobre o preconceito. Segundo a revista, ser gay hoje em dia, pelo menos para a nova geração juvenil é simplesmente ser um cidadão qualquer.

  3. Não votei nesses políticos GLBT, se resumem a alimentar o medo das pessoas, viver numa permanente tensão com heterossexuais., como se fossemos tão diferentes assim e a continha no final do mês não viesse o nome completo. No mundo de hoje o Deus é o dinheiro. Tomo mundo tem fé de que 2 reais sejam 2 reais. Com muito dele você vai ser tratado com dignidade e com pouco as pessoas vão se afastar. Exceto se fores muito bonito, mas aí é algo fugaz e com suas armadilhas.

    O mundo gay é tão ou mais discriminante, quantos não discriminam quem se veste mal, quem é pobre, as garotas acima do peso o gay que não segue uma “cultura pop” ou “cultura gay”. Sinceramente, muitas vezes esse movimento todo é uma válvula de escape para não perceber os próprios vícios e defeitos para com os outros.

    Estou muito feliz com meu namorado, devido a esse relacionamento saí “do armário” e foi muito menos traumatizante a reação dos meus amigos heterossexuais, do que a cobiça venenosas que fazem nossos “amigos” gays, além do preconceito terrível que surge para alguém que não tem nenhuma simpatia pela “cultura” e é tratado como um tosco, o final do rudimento de um ser humano. Prefiro muito mais jogar futebol, ginástica, e atividades sociais e não comentar ou dar a entender a minha sexualidade de forma mais eloquente do que me integrar completamente a um mundo que considero vazio, excludente, extremamente preconceituoso e que muitas vezes vive de invejar e cobiçar.

    Desculpem o desabafo.

  4. puxa Sr. Regis, quanto pessimismo!
    pois eu tenho esperança em um mundo melhor, convivo com pessoas do bem e faço boas ações visando o bem do próximo e do planeta. tenho fé que dias melhores virão. pode escrever aí! rsrsrs
    #FaçaOBem

  5. Caro Editor, se me permite, discordo de vc. Penso que vc esta vendo tudo isso pelos olhos da mente, do racional. Se vc olhar com os olhos do coração, ai tudo muda. As mudanças vem como magia. Afinal, não é correta aquela frase que diz para Mudar primeiro por dentro que o externo mudará por consequência?!
    Pois é, paguei pra ver e deu certo. Batata!!! Achei o meu “bofe” no metrô. Olhei pra ele, ele pra mim, e não demorou muito tirei o orgulho, o medo e a vaidade de dentro de mim e fiz gestos para descermos do trem e conversarmos. Hoje estamos numa boa, e eu orgulhoso pela minha ousadia. Eu com 55 anos e ele com 40.
    Então, fica ai uma proposta: não pense positivo, mas sinta o positivo dentro de vc, aquilo que vc quer alcançar vai ser inevitável…
    Boa noite a todos.

    • Josue Martins

      parabens,adorei seu comentario
      talvez o mundo nao mude
      Mas podemos mudar o nosso mundo
      Minha familia nao me aceita,mas achei o meu amor meu coroa lindo, vivemos uma vida otima !
      O nosso mundo mudou e vai mudar ainda mais,
      pra melhor, se Deus quiser
      abraço

  6. Este seu último artigo teve um leve sabor amargo… Sua análise é perfeita mas tende ao pessimismo e à frustração. Mas nada excessivamente que o desabone ! Ainda continuo acompanhando seus comentários com atenção e respeito. Abraços !

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: