Aceitação da Homossexualidade

Segundo tópicos que abordam a aceitação da homossexualidade da pesquisa “Sistema de Indicadores de Percepção Social sobre Tolerância social à violência contra as mulheres”, publicada na quinta-feira 27 de março, pelo site do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), o brasileiro está mais tolerante, mas não muito.

A pesquisa realizada em 2013 em todas as regiões do país e que ouviu mais de 3.810 pessoas, apontou que mais da metade dos brasileiros acreditam que casais do mesmo sexo devam ter os mesmos direitos dos demais casais, mas 52% pensam que o “casamento gay” deveria ser proibido. E ainda, 59% disseram que se sentem incomodados ao verem homossexuais se beijando em público.

A pesquisa ainda apontou que os pesquisados evangélicos são os mais intolerantes e machistas da pesquisa,  ainda encontrou afirmações grotescas como “Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas e “Se mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros” com aval da maioria da população.

A pesquisa mostra que de modo genérico a população é tolerante mas quando se restringe a pergunta quanto a direitos homossexuais, os entrevistados não são muito a favor dos homossexuais.

ipeacapa_1

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 31/03/2014, em Pesquisa e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Bruno e f. tocaram em algo importante, aceitarmos a nossa própria homossexualidade. É, as vezes, um longo caminho, particularmente para quem viveu em outra época. Eu sai com homens, ativo e passivo, fantasiava e me masturbava, mas não queria me aceitar como “viado”. Demorei, só perto dos cinquenta comecei a aceitar que eu era não “viado”, mas viado mesmo, quer dizer, que gostava de homens e de ser passivo com eles.

    Parte de meu problema foi a época que nasci. Mas parte sempre foi gostar também de mulher. Já gostei mais, acho que agora, ao 65, é como recuperar o tempo perdido. Mas sem deixar de ser casado com mulher. E aguentar outro preconceito, os dos gay que acham que ou você é exclusivamente homossexual ou é um enrustido, falso, com medo de sair do armário.

    Quem disse que ficar no armário bi é ruim?

  2. infelizmente isso é, uma realidade muitos homens não aceitam a própria homossexualidade e sofre de homofobia interna.
    Devido a visão negativa da sociedade ou família. É importante ressaltar que ser homossexual é uma orientação sexual, não uma opção, por isso nós homossexuais não temos que ter vergonha. Acho na minha humilde opinião, cada homem que sente atração por outro homem, deve viver sua condição sexual,aceitar-se de verdade e não esperar de ninguém apoio porque eu fiz isso e vivo muito bem com minha homossexualidade, sem neuras.

  3. Muito difícil a aceitação da homossexualidade, principalmente por aqueles que são, meu caso.
    Creio que me aceito, mas muitos ranços ficaram. Mas percebo que não é por ser gay, mas pela maneira como a sociedade criou o monstro em ser gay, criando mecanismos de desprezo, preconceitos que influenciaram psicologicamente não só eu como muitos.

    Só sinto atração por coroas. Cheguei ao ponto que não acredito mais em ninguém, nem jovens gays, nem coroas gays e nem nada, Nem em héteros. Sinto que o ser humano se tornou desprezível em todos os espaço.

    Não vejo possibilidade de relacionamentos. Se eles ocorrem, vêm com prazo de validade. Ninguém quer construir nada a dois, mas que tudo já venha pronto, e qualquer motivinho pífio é motivo para o fim do relacionamento.

    Desesperador. Vejo muitos coroas que dizem que aceitam muito bem sua homossexualidade, mas não raro se dizem carentes e solitários.

    Tenho 28 anos, a hora que eu chegar nos 40, sinto que as pessoas vão encontrar, fazer sexo sem dar uma palavra e o primeiro que gozar a transa terminará, colocarão suas roupas e seguirão sem uma troca de palavras.

    O mundo é frio e inescrupuloso. Tenho nojo de ser humano.

  4. As vezes até mesmo os gays tem hábitos machistas. Outro dia sai com um cara mais velho (54 anos) que já foi casado, hoje namora mulher mas vai toda semana pra cama com homens, o pior foi ter que escutar dele que é uma pouca vergonha ter que ver dois homens de braços dados na rua. Só tive uma resposta: ou você sai logo deste armário e aproveite este momento, ou fique ai dentro morrendo de inveja de quem teve coragem de assumir.

  5. Pedro santos

    Regis,

    Infelizmente, infelizmente mesmo, esse é o retrato da nossa sociedade, são com essas pessoas que convivemos, vizinhos, colegas de trabalho, colegas de escola, tios e demais parentes.

    Acho que ainda vai demorar um pouco mais para isso mudar.

    E, realmente, setores religiosos, vão sim, lutar energicamente para que não mude.

    abs
    Pedro Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: