Encontrando amigos gays

2014_grisalhos_amigos_gaysTodos nós podemos nos tornar solitários quando ficamos mais velhos, principalmente os gays.

Parece tão óbvio, mas quando envelhecemos nos esquecemos de coisas simples do cotidiano que podem auxiliar na busca por amizades.

No Brasil ainda é utopia pensar em grupos sociais da terceira idade para homossexuais. Existem asilos e centros de convivência de idosos, mas nesses locais o gay é segregado e colocado à margem do grupo porque esses centros não oferecem um ambiente social onde o idoso homossexual se sinta confortável.

Algumas dicas podem ajudar a manter uma base sólida de amizades, porque bem ou mal, sempre precisamos de pessoas que possam nos auxiliar nos momentos difíceis.

Faça amizades com outros gays na mesma faixa de idade. Estreite o relacionamento, se permita ser amigo para todas as ocasiões. Mesmo que o seu amigo tenha companheiro e você não, isso não impede de manter o vínculo.

As pessoas criam vínculos na mesma faixa social ou com pequenas diferenças de status quo.

Os gays precisam de amigos gays porque na hora do aperto é o amigo que vai ajuda-lo e vice-versa.

As amizades são construídas com base em características comuns: Preferências de parceiros, afinidades para artes, música, cinema, TV, a mesma faixa de idade e até comportamentos similares.

Amigos com pequenas diferenças de idade são os ideais porque tem a mesma visão do mundo e da vida.

Se você vive no armário procure amigos que também não assumiram a homossexualidade. É importante se permitir abrir a sua vida para uma nova amizade e tirar da cabeça que haja interesses materiais. Interesses sempre existem, mesmo que seja para tirar proveito da amizade numa hora difícil.

É comum casais gays procurarem outros casais gays, não para troca de casais, mas para vínculos de amizade.

Um estudo de 2012 na Inglaterra indicou que o problema de solidão entre os gays idosos acentua-se após os 65 anos e os problemas de saúde tornam-se constantes após os 70 anos.

Nesse estudo os gays acima de 65 anos preferem ter amigos a ter parceiros ou companheiros para sexo.

Hoje a tecnologia permite conhecer pessoas mesmo de outras cidades e até países. Com acesso à Internet você pode participar de fóruns de discussão ou sites de namoro e fazer contato com outros gays – mas tenha sempre cuidado ao fornecer informações pessoais.

E não descarte a possibilidade da utilização de um anúncio pessoal em jornal ou revista especializada – muitas pessoas encontram amigos através de anúncios pessoais, e você pode manter seus dados confidenciais através dos sistemas de mensagem que a maioria dos jornais respeitáveis ​possui.

Ainda vale aquele anúncio, mais do que batido: “homens procurando homens” ou “mulheres que procuram mulheres” nas secções de anúncios dos seus jornais locais.

Amizades você encontra nas ruas, nas praças e nas praias – No meio gay é comum idosos frequentarem saunas, não para fazer sexo, mas para manter vínculos, bater papo e passar o tempo – Na velhice os gays são abandonados à própria sorte!

A dica é simples: Sair do isolamento social e buscar pessoas para amizades e assim ter novos amigos.

 2014_grisalhos_amigos_gays_1

A ideia deste post surgiu após a leitura de um programa chamado Improving later life da organização Inglesa AGEUK.ORG, no caderno Planning for later Life, para gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 22/01/2014, em Qualidade de Vida, Sociedade e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 14 Comentários.

  1. Carlos Augusto

    somos de belo horizonte (capital) eu e meu parceiro, estamos juntos ha 09 anos somos ja maduros eu com 57 anos e ele com 54 anos. E realmente temos muita dificuldade em ter amigos iguais a nos para amizades, viagens etc…etc…mas nao desistimos sempre estamos a procura de novas amizades…..um grande abraço a todos…Carlos

  2. Somos do Interior de São Paulo eu tenho 33 anos e meu coroa 69, sentimos muita falta de ter um casal de amigos como nós. Somos super discretos, mas é dificil encontrar amizades.

  3. DouglasSSantos

    Olá….também moro numa cidade do interior (Uberlandia- MG).

  4. Gente qual cidade do interior vc são, quem sabe estamos uns perto dos outros, sou de birigui.

  5. Ola meus caros, acompanho o site ja tem um tempinho e gosto muito das postagens, sou caso (meu parceiro tem 60 anos) tenho 23 anos e aprendo muito sobre esse universo gay maduro. Estão todos de parabéns.

    • olá W.F Silva de onde vocês são, fiquei até assustado rs
      eu Tenho 23 anos e meu coroa 51, acho difícil encontrar casais assim, para amizade,bater papo rir etc
      Somos de Peruibe, qualquer coisa entre em contato

  6. Há duas formas básicas em assumir sua homossexualidade. A primeira é nós mesmos admitirmos que o somos. A segunda, bem mais difícil, é quando se é exclusica, ou principalmente, homossexual e assumimos este “papel” para a sociedade.

    Ao assumir para mim mesmo gostar de homem passei a querer conhecer e saber de outros bissexuais. É que há uma certa solidão quando se tem somente parceiros ocasionais. O sexo pode ser ótimo, mas com quem conversarmos sobre nosso problemas, desejos e anseios?

    Tenho um círculo relativamente grandes de amigos, quase todos heterossexuais. Não tenho como conversar sobre minha homossexualidade com eles. Minha mulher me aceita, mas não quer falar sobre o assunto. Me resta a terapeuta e uns raros conhecimentos feitos pela internet.

    Imagino que, como os amigos que comentaram, seria ainda pior se vivesse numa cidade pequena. Mas mesmo no Rio, onde moro, ter amigos gay sem estar no gueto, é bem difícil.

    Ainda bem que temos Grisalhos aonde podemos falar e ouvir de outros…

  7. Celso J. Branco

    Douglas e Claudinei, como vcs, tbm resido no interior (de São Paulo). No meu caso, vim de outra cidade, há 2 anos, e,ainda não fiz amizades entre os gays daqui. Eu morava no litoral de SP, onde deixei amigos, mas aqui, ainda não conheci maduros a fim de amizade, apenas um e outro querendo sexo eventual- Essa é a difícil realidade de cidade do interior.

  8. Douglas G. da Costa

    Não sou gay assumido, mas gosto muito de homens maduros. É muito difícil ficar sozinho e, no interior, as coisas são ainda piores.

    • concordo com vc DOULAS, tambem naõ sou assumido e moro no interior , ficar sózinho é triste, eu sou homem maduro …e naõ encontro homem maduro…

      • Angeloferreiraadell

        Concordo tenho 36anos e procuro me relacionar com homens maduros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: