Coisas que a vida ensina depois dos 54 anos

Coisas que a vida ensina depois dos 50 anosHoje é meu aniversário e a cada ano eu sempre escrevo alguma coisa no blog que reflita o meu momento atual.

Aos cinquenta e quatro anos eu vejo que para os gays maduros e idosos não tem mais glamour e nem purpurina.

O envelhecimento da população gay hoje é uma realidade que não dá mais para disfarçar nem negar. A velhice chega para todos e aos poucos também chega pra mim.

Observando as atuais manifestações dos jovens em várias capitais brasileiras eu me lembro do tempo da ditadura militar. Dos movimentos em 1968, das Diretas Já e do Impeachment do Collor. Lembro também que o mês de junho é o mês do orgulho gay, da revolta de Stonewall, do Woman’s Lib e outras várias manifestações que de alguma forma mudaram a CARA DO MUNDO.

Mas como nem tudo são flores, eu observo também que o movimento em prol dos gays idosos ainda está engatinhando. Não somos nem citados no Estatuto do Idoso e muitos gays já vivem na rua da amargura, muitos desaparecem de circulação.

Não é o meu caso, mas a maioria dos gays idosos passou a vida inteira tentando se adequar à sociedade e na velhice tem que voltar a se mutilar, fingindo ser outra pessoa e esconder a orientação sexual às vezes é o único caminho para os gays idosos que estão marcados por estereótipos.

Numa sociedade machista e paternalista como a brasileira, eu não sinto os ventos das mudanças no ar, mas sou otimista que dias melhores virão, tanto para a população quanto para os gays.

Que os protestos dos jovens contaminem os cidadãos maduros, idosos, de todas as classes sociais ou orientação sexual, para sair às ruas e clamar por mudanças, pois as mudanças sociais são necessárias. Ficarei feliz de ver milhões de pessoas nas ruas do Brasil, não torcendo pela seleção brasileira de futebol, mas levando suas bandeiras e cartazes para mostrar pra essa gente que o povo tem poder.

Caro leitor, eu deixo para vocês um soneto que recebi hoje cedo de um correspondente.

Soneto de aniversário – 1942, Vinicius de Moraes

Passem-se dias, horas, meses, anos

Amadureçam as ilusões da vida

Prossiga ela sempre dividida

Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida

Diminuam os bens, cresçam os danos

Vença o ideal de andar caminhos planos

Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura

À medida que a têmpora embranquece

E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece….

Que grande é este amor meu de criatura

Que vê envelhecer e não envelhece.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 18/06/2013, em Opinião e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 16 Comentários.

  1. Primeiramente, um parabens atrasado. E além disso, caramba, não sabia que o autor desse blog fosse um cara maravilhosamente lindo. Por outro lado, digo que a solidão não é um problemas dos jovens também, eu mesmo aos 29 me sinto imensamente solitário. ” o mal do século é a solidão” disse o grande Renato Russo. A solidão é um problema humano. As relações são extremante solúveis nessa modernidade líquida, sem aprofundamento e incrivelmente insustentáveis. Bem que eu gostaria de um coroa como você ao meu lado para abraçar e beijar, fazer um afago. Mas as coisas são extremamente superficiais e as pessoas só querem se dar bem. Inclusive os grisalhos. E só mais uma coisa, você é um garotão ainda.

  2. Parabéns!!!
    Encara a velhice como atualização e novas experiências.

  3. “O envelhecimento da população gay hoje é uma realidade que não dá mais para disfarçar….” , O envelhecimento da população gay acompanha o da população heterossexual — aconteceu no passado, acontece no presente e acontecerá no futuro. Livre do envelhecimento só mesmo o retrato de Dorian Gray no livro homônimo de Oscar Wilde. Parabéns pelo belo soneto de Vinicius de Moraes e por sua nova idade.E vamos em frente!

  4. Bom retorno.
    O movimento tem muito que progredir. Hoje passou a cura gay na CDH no congresso.
    Se ao invés de paradas festivas focalizássemos nos temas importantes, nos prepararíamos para o futuro.

    Parabens pelos seus textos.

  5. bruno surf

    parabens! gosto muito do seu blog. meu sonho e conhecer sp e quem sabe vc tbm!!! abraço

  6. Prezado, antes de mais nada parabéns pra você. Acompanho este blog faz alguns meses e nunca escrevi aqui, no entanto, hoje precisei escrever por dois motivos. Apesar de não saber nem seu nome queria dizer que se você for o homem da imagem, esta muito bem e é bem bonitão. Em segundo te agradecer por este espaço, cheguei aqui após algumas pesquisas na internet. Sem me alongar muito, tenho 28 anos e há cinco tenho um relacionamento com um homem de 60.
    Diversas vezes concordei com o que você escreveu, outras tantas não pude concordar, no entanto onde quero chegar é: ler seus textos neste blog é sempre prazeroso. Parabéns!!!

    • Caro Adriano
      Muito obrigado por seus comentários. Obviamente, nem sempre acerto nos textos. Concordar e discordar faz parte da democracia.
      Abraço
      Regis

  7. Eu penso que cada um vive aquilo que construiu pra si. A mudança começa por dentro e depois, exterioriza-se por consequência.

    Tomara que todos nós comecemos essas reforma interior na mesma velocidade que pretendemos colher os frutos de tal liberdade.

  8. lourenço avila

    meu caro, é um pouco difícil de entender, essa lado da solidão, que você cita no referido texto.
    sempre me relacionei com homens mais velhos, sempre foi .. mas cada um pouco se não bastante, complicado..
    porque eles me rejeitam e tem preconceitos comigo por ser mais jovem.
    sei que muitos pensam que nós queremos dar o golpe, é por interesse, mas há suas escessões

    • Caro Lourenço
      A solidão é estado de espírito e não reflete o que escrevi no texto. A velhice dos gays é difícil, mas é necessário driblar as dificuldades para viver o tempo que resta com boa qualidade de vida.

  9. Primeiramente, parabéns.

    Segundo, eu adoro os coroas, porque só sinto atração por eles.

    Terceiro, uma notícia triste: foi aprovada pela comissão de direitos humanos a cura gay.
    Fiquei estarrecido com essa notícia, talvez, para nós jovens, meia idade, coroas, não fará tanta diferença essa cura, mas penso pelo lado das crianças gays com seus pais machões, machistas e paternalistas, podendo vir a causar inúmeros transtornos…

    não sei o que pensar, quando acho que estamos indo pra frente, o retrocesso vem e quebra as pernas.

    • Como escrevi nos comentários:
      O que aconteceu ontem na Comissão dos Direitos Humanos eu chamo de “Golpe de Estado”.
      Acredite, não estamos em retrocesso
      abraço

  10. albero oliveira

    Gostei, vc disse tudo e isso é real, parabéns, um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: