Eu nunca vi um casal gay idoso

casal_gay_idoso_spOutro dia por curiosidade, eu entrei num grupo de discussão do Fórum de Jogos do UOL. Esse fórum tem a participação de adolescentes, a maioria entre doze e quinze anos de idade e predominam garotos.

Nos tópicos dos assuntos tem de tudo um pouco. A maioria posta dúvidas sobre os games e alguns colocam perguntas ou dúvidas sobre qualquer coisa. Veja o que eu achei:

Pergunta:

Eu nunca vi um casal gay idoso. O que acontece com eles quando chega nessa idade?

Eis as respostas:

  • Devem virar purpurina, porque eu também nunca vi;
  • Começa com A e termina com O – ASILO;
  • Começa com A e termina com S –  AIDS
  • Eles morrem. Homosexualismo (sic) é uma doença crônica e degenerativa – Resposta de uma garota, Kraise-II;
  • Acho que eles criam vergonha na cara;
  • Você certamente nunca passou pela Farme de Amoedo no RJ, num dia de carnaval;
  • Véio não pode ter frescura;
  • Tomam vergonha na cara e se separam. Depois de um tempo ficam nos bares atrás de carne nova;
  • Até uns sessenta anos eu vi, depois de oitenta nunca vi;
  • Morreram de AIDS;
  • Só digo uma coisa, nem queira ver porque é muito feio;
  • Gay velho é coisa do século XX;

Essas respostas mostram a visão real do mundo desses garotos, o que eles pensam sobre velhice e homossexualidade, além de fortes evidências do preconceito nas respostas.

No fim da página deste fórum eu encontrei uma resposta que me surpreendeu. A resposta foi publicada com o pseudônimo de AUREN.

AIDS né!, Durante os anos 70/80, a população gay foi dizimada em centros urbanos. Imagina que todo mundo do seu bairro, só do seu bairro, começa a morrer e você não sabe por que, nem como tratar. Toda a sua comunidade morrendo e do nada, foi por isso que eles passaram.

Imagina o pânico, de que num domingo qualquer você pode pegar uma gripe e na sexta-feira você tá na UTI em estado terminal. Imagina acontecer com a pessoa que você mais ama, acontecer com o seu irmão, sua mãe ou seu tio. Também imagina dizer que você é gay e ser desde humilhado até morto, simplesmente porque você falou duas palavras. Aconteceu isso com eles.  Por isso é que eles não existem mais.

Conclusão:

Para esses adolescentes não existem gays idosos, porque a AIDS matou todos eles. No contexto geral também se percebe uma visão  realista da velhice e a relação com asilos. Um dos participantes mais esperto, sabe que a Farme de Amoedo no Rio de Janeiro é ponto de encontro dos gays, principalmente, idosos. A maioria das respostas são sarcásticas e jocosas e mostram o preconceito arraigado desde a infância e a adolescência.

O último depoimento é mais sensível. Mesmo creditando o desaparecimento de casais gays idosos em decorrência da AIDS, a narração é quase uma ficção cientifica, própria dos games. O garoto escreve sobre sexualidade de uma forma mais humana. A homofobia e morte dos gays por declararem sua homossexualidade, a percepção que dentro de qualquer família pode existir gays e a triste constatação de que os gays idosos são mesmo invisíveis, por isso não existem mais.

Nota: a imagem que ilustra este post foi publicada no fórum e está numa das respostas e sem texto.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 15/04/2013, em Comportamento, Internet e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 19 Comentários.

  1. É ridículo dizer que os gays da terceira idade estejam todos dizimados por causa da velhice ou pela AIDS que nos dias de hoje os jovens são em número maiores de contaminados. Apesar do avanço da medicina você só morre por falta de informações…

  2. Q casal lindo

  3. Os comentários desses jovens evidenciam sua ignorância. Eles parecem desconhecer que a sua própria faixa etária é campeã em novos casos de AIDS.
    Vivemos um tempo de ódio gratuito e de luta de classes jamais vista.

  4. Tudo o que foi comentado, para mim é irrelevante. Em breve estarei completando 65 anos, vivenciei todos estes estágios e situações que foram descritos pois me descobri homossexual desde os 19 anos, sem culpas, sem frescuras, sem exposições desnecessárias. Sempre busquei parceiros idosos, com idade ao redor dos 65 anos, tive muita sorte de sempre estar “casado”, vivendo longos relacionamentos, possivelmente com um avô ou bisavô de uma destas criaturas preconceituosas. Faz alguns bons anos mantenho um relacionamento feliz, sério e estável com um senhor casado, 77 anos de idade, pai de muitos filhos, avô de muitos netos. Serei um caso único e raro ? sinceramente não creio. .

    • Ola Robertho, parabens por lidar muito bem com sua homossexualidade desde jovem. Voce disse que mantem um relacionamento Feliz com o senhor casado? como isso é possivel, pois ja namorei um senhor casado e não fui nada feliz, eu nunca fui prioridade em nada, sempre estive em 2º plano, nunca pude visitar ele em sua casa era sempre algo muito sigiloso, ele tinha medo de tudo, e na maioria das vezes era: hoje nao posso, hoje nao dá. Como disse nunca fui feliz infelizmente. abraços

  5. claudio dantas

    Existe sim,preconceito dos jovens,mas,a culpa não é só dessa turma,afinal,os gays idosos a que se referem,são seus tios,pais,avós,etc.Só para ilustrar,tive um relacionamento rápido com um homem de 62 anos,separado,pai de 4 filhos,morava sozinho,tinha horror de ser descoberto,seu medo era tão grande que chegava a incomodar,ou seja,como cobrar alguma coisa dessa geração se esses gays idosos não se mostram?a maioria nem se vê como homossexual,pois quase sempre tem ou já tiveram relacionamento hétero.

  6. Nossa o fórum comentado é um terror, o que os gays jovens pensam dos gays idosos: desaparece por que está nos asilos, morreram de AIDS, criam vergonha na cara… Será isso a vida dos gays idosos? Muito chocante essa concepção. Sei lá, não sendo pejorativo, mas, parece que no Brasil a uma grande parcela de gays idosos de vida resolvida vivendo relações estáveis ou curtindo a vida por ai discretamente. Apesar de muitos enfrentarem problema na terceira idade, acredito que não sejam por ser dependente de asilo; depois de idoso criam vergonha na cara; morreram de AIDS. Os gays são “menos” dependentes dos asilos do que os heteros, apesar de não formar família; A AIDS esta presente em todas as idades; os gays idosos ficam com vergonha, por questão do preconceito dos jovens.

    • Comcordo com vc, tbm acho que está cheio de idosos por aí vivendo suas vidas discretamente com seus parceiros, ninguém precisa escrever na testa e nem provar pra ninguém que e gay, cada um tem sua forma de pensar…

  7. Tenho 27 anos, sinto só atração por coroas, e sinto na pele a solidão. Creio que já comecei a conviver com ela e tenderá a aumentar com o envelhecer. O peso da existência é muito grande, ainda mais quando você é gay e, além disso, quando só sente atração por maduros.
    Hoje em dia, relacionamento é a coisa mais difícil que tem. Tive dois namoros, ambos eram casados, entretanto, o último, que me marcou muito, era casado com homem. Prometi a mim mesmo que nunca mais me relacionaria com algum casado, pois a sensação de você ser o 2º ou 3º….ou 10º plano na vida dele é tremendamente terrível.
    Perdi as esperanças de encontrar alguém e viver algo, espero conseguir aprender a viver com a solidão, e, principalmente comigo mesmo, levando a vida, se possível, um pouco tranquilamente.
    Não tenho mais confiança em ninguém.
    Por enquanto, moro numa cidade pequena do interior de SP, e espero em breve sair daqui. Todavia, não acho que numa cidade grande mudarão as coisas; o mundo se tornou líquido demais, o amor é líquido, hoje nada se concretiza; tudo é uma grande mentira disfarçada de verdades. As pessoas, hoje, dizem que te amam; amanhã, elas, praticamente, esquecem que você existe.
    Sou desacreditado da vida. Sem esperanças.

    • Caro F., realmente relacionamento é algo complicado, pois nascemos sozinhos e morreremos no máximo conosco mesmo, por isso não perca as esperanças de encontrar pessoas para sua caminhada nessa vida, não resolvem completamente, mas ajudam muito no nosso amadurecimento para uma vida plena de momentos felizes. Abraços

  8. Como eu sempre digo: prefiro os tempos atuais, acho a abertura é maior assim como a violência. Imaginem há 15 anos atrás nos metrôs de são Paulo, vc via rapazes de mãos dadas? meninas se beijando ou trocando carícias??????????NNNNãooooooooo, então eu acredito que é essa geração de novos gays ke serão os pioneiros nessa abordagem do idoso.Quando a gente não vê não tem noção das coisas.Talvez a resposta por estas respostas absurdas dos jovens.
    E a galera dos anos 70 e 80 foi muito reprimida( em questão de valores aids, anos 80 não existiram grande ídolos, com certeza há de existir idosos gays sim, vi nos ferro’s bar= ferrão gay ( espaço predminante feminino gay) nem sei se existe mais há uns 12 anos atrás ou mais.
    Ainda existe este bar???????? um casal de senhoras idosas e muito felizes no semblante e a partir daí sempre pensei: é possivel sim, meu amor existe deve estar por aí em algum lugar….

  9. Elias de Oliveira

    Nos últimos 02 anos tenho me sentido impotente quanto ao envelhecimento, tenho 51 estou, sozinho há 08 anos. Tenho poucos amigos, sou relativamente bonito, um pouco tímido, caseiro e sinto que o processo de envelhecimento me inquieta. Eu estranho a invisibilidade que experiencio e temo a solidão. Sou independente, moro sozinho e não creio que seja mais possível estabelecer uma relação. Ser grisalho, coroa, em minha cidade é ser velho e sem muitas opções, ou procuro sexo casual, o que para mim,nunca foi realidade ou poderia frequentar saunas gays, o que também leva apenas a satisfação do desejo e o vazio depois…
    Me parece que ser gay e envelhecer é uma espécie de morte civil.

    • Elias,
      Será que não está na hora de pensar em mudanças radicais na sua vida?
      Eu sempre vejo os gays maduros sonhando com relação estável, um companheiro para compartilhar momentos e preencher a solidão.Isso é utópico. Se acontecer muito que bem, senão, não há nada a fazer.
      A mudança radical que mencionei está em preencher o vazio da sua vida com coisas que te dão prazer e te fazem seguir adiante.
      Tudo na vida é ação e reação. Promova ações que possam te beneficiar. Cuide do corpo, da mente e do espirito e você descobrirá coisas incríveis.
      Leia o post: Gay idoso – vida de aposentado.

      abs
      Regis

    • Elias, o processo de envelhecimento incomoda e mesmo que tenhamos um companheiro, experimentamos o medo de envelhecer também.Temos que lutar contra isso! Gostei da sua franqueza e da lucidez das suas palavras, mas sinto que você precisa de mais contato com seus iguais.Escreva para mim, ou melhor, para nós.

  10. A juventude é assim mesmo. Vive diante do espelho e só valoriza a si própria.É oca e desinformada. Talvez eles aprendam o que é realmente a vida com o passar dos anos.Pois todos, como os frutos, amadurecem, murcham e morrem

    • É o ciclo da vida.Eu também, assim como eles e talvez você, vivia diante do espelho na adolescência, era extremamente narcisista, cabeça oca, desinformado e preguiçoso. Mas os anos passaram, e a vida me mostrou sua carranca e me fez sair do mundo imaginário e me colocou nos trilhos rapidinho…. isso acontecerá com eles também, pode ter certeza!

  1. Pingback: LULA TEM DE IR ÀS RUAS E EVITAR O GOLPE DE JOAQUIM E GURGEL | EVS NOTÍCIAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: