Encontrei um gay na curva do rio

gay_interior_dunasEstou de férias no Rio Grande do Norte e no último sábado estive no município de Galinhos. Lá eu parei o carro num estacionamento e entrei num bar para comprar água mineral onde fui atendido por um rapaz efeminado, residente na região.

Quando saímos para pegar o barco que atravessa o canal e leva os turistas para as praias da península o meu companheiro perguntou o seu nome. No inicio ele relutou e ficou calado, mas meu companheiro insistiu e ele lhe disse que o seu nome era Camila.

Sim, Camila é o rapaz que atende os turistas naquele bar numa curva de rio.

Então eu pensei: como o mundo mudou, pois isso era impensável há poucos anos. Os gays de todos os lugares, mesmo que timidamente estão tomando consciência da sua sexualidade e assumindo sua identidade de gênero.

Camila foi uma grata surpresa no meu caminho e pensar que numa comunidade de pescadores com pouco mais de mil e quinhentos habitantes vive um gay que à primeira vista não é segregado pela sociedade local, bem como, por turistas e veranistas, já é um alento às possibilidades de liberdade dos cidadãos.

Não sei nada sobre Camila, mas fico imaginando a sua vida numa pacata comunidade de pescadores distante 180 quilômetros da capital, Natal. Quais os seus sonhos? Como é a sua vida? Será que é feliz?

Enfim, a vida continua…

Caro leitor, desejo a você um feliz 2013

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 01/01/2013, em Curiosidade, Sociedade e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Camila, ah! isso não é assumir é fingir, a não ser que nome de mulher agora serve para
    homem, só concordo com camila se ela fosse registrada como tal, será que é?

  2. Cada um faz o que quer… só acho lamentável que muitos homossexuais entrem nessa. Camila… por quê? Não se pode gostar de outros homens e continuar sendo homem? Por isso os homossexuais não são respeitados. Gosto de homens mas não colo em mim rótulos inventados pelos outros, como por exemplo “gay”. Despertem para uma realidade maior: somos mais que essa mesquinharia. Hoje mesmo assisti um documentário em que Gore Vidal afirma que não existem “homossexuais” ou “hererossexuais”, somos potencialmente bissexuais e temos procedimentos homossexuais, heterossexuais ou ambos. Concordo com ele.

    • Ivan, concordo com vc: somos muito mais do que esta mesquinharia.
      Mas veja bem: seres precisam ser nomeados.Seculo 21, sinto muito mais o termo
      mais politicamente correto é GAY, gostem ou não, para alguns soa pejorativo mas… é.
      essas três letrinhas muda muito conceitos e contextos.(esse termo é muito amplo)
      Não existe mais enrustido, homossexual, homossexualismo-Ismo=doença, pederasta,
      bicha,veado,qualira,tobeiro, engole-espada,fura-frauda, engata- ré. Foi-se o tempo
      Tem uns 2 posts no blog ke explica isso.
      obs: aprendi e degluti essa idéia aki no blog. Esteja atento para as mudanças.ok?

  3. acho isso muito bom. escolheu um nome bonito e deve ter feito por onde para merecer o
    respeito, é na simplicidade como desses pescadores onde está a maior sofisticação: o
    respeito ao proximo. Natal é show de bola sempre…eitcha povo baummmmmmm

  4. Imagino que seja feliz, pois é autentico e não engana a si proprio

  5. Poxa, pena que não deu para vc saber as respostas a essas perguntas…. ficaremos curiosos até uma próxima oportunidade….

  6. francisco alberto oliveira

    deve ser, a cidade grande é muito violenta. nessa comunidade ate eu queria viver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: