Os evangélicos contra os gays

No Brasil a igreja está vinculada à prática da religião, que por aqui é diversificada e marcada pelo sincretismo. A constituição brasileira de 1891 instituiu o estado laico, portanto, igreja e estado são oficialmente separados.

É relevante destacar que hoje no Brasil 70% são católicos, 16% são evangélicos, 7% não tem religião e 7% são adeptos de religiões minoritárias.

Os Estados Unidos foi o principal exportador das religiões protestantes para o Brasil, entre elas a Batista, Metodista e Luterana e dessa leva chegaram também da América os pentecostais da Assembleia de Deus.

Os evangélicos passaram despercebidos e nem apareciam nas estatísticas até a metade dos anos 1950 e a partir da segunda metade do século XX chegou uma nova onda chamada de neopentecostais que hoje somam mais de 40 milhões de pessoas.

Na atual situação política brasileira os evangélicos chegaram ao poder central do país através do senado e da câmara dos deputados e dai surgiu a conhecida bancada evangélica.

A bancada evangélica representa a sua base, ou seja, a comunidade evangélica e seus ideais e tem feito oposição a aprovação de projetos que ferem os preceitos bíblicos, como a legalização do aborto ou o reconhecimento pelo Estado da união civil entre homossexuais.
Os parlamentares evangélicos nem sempre votam em bloco, pois representam correntes distintas no campo religioso e também no econômico e só falam a mesma língua em questões de conteúdo moral – aí os homossexuais são unanimidade.

Se você prestar atenção perceberá que os políticos evangélicos não existem sem os gays, porque todos os ataques são direcionados contra nós, porque também, assim como eles, estamos chegando ao poder central do país e isso é um grande risco para os seus ideais – Imagine político viado na câmara ou no senado?

Os gays são taxados de imorais, indecentes, doentes e depravados, ao mesmo tempo em que, somos desmoralizados perante a sociedade. Os evangélicos ainda falam e pregam em suas igrejas que somos a representação de satanás e que somos descentes de Sodoma porque este local se tornou símbolo de perversão e decadência moral.

Só para o leitor ter uma ideia, amanhã é comemorado em todo o mundo o dia mundial do Orgulho Gay e não é que no Brasil a câmara dos deputados marcou justamente para amanhã uma audiência que trata da suposta cura da homossexualidade? – Leia mais na Agenda da Câmara.

Para os evangélicos os gays são doentes e devem ser tratados como tal, inclusive, eles querem nesse encontro discutir o Projeto de Decreto Legislativo – PDC 234/2011. Não vou nem entrar em detalhes porque ser gay deixou de ser doença no Brasil desde 1990.

O que eu percebo ao longo dos anos é que os evangélicos não criam nada novo, são uns imbecis fundamentalistas e utilizam o formato da Inquisição da Igreja Católica para pregar seus valores e cruxificar os gays.

O encontro de amanhã está sendo considerado pelos evangélicos como uma “Guerra Santa” conta os homossexuais – Será que eles acreditam que todos os gays virarão estátua de sal?

Não é de hoje que a igreja, principalmente a católica se intromete nas questões da sexualidade humana. Desde os primórdios da era cristã a condenação por práticas homossexuais puniram pessoas inocentes e não é possível contar em números as atrocidades cometidas por pessoas que se autodenominam “puras” ou defensoras da “moral”.

Enquanto existir um gay sobre a face da terra sempre existirá um católico querendo puni-lo e um evangélico querendo exterminá-lo, portanto, ATENÇAO, principalmente, com os evangélicos fundamentalistas!

Essa é para dar risadas: Um colega me contou que comeu um coroa evangélico e disse que o idoso foi tão passivo na cama, quase uma mulher, que não deu nem tesão. O meu colega brochou na hora quando o passivo começou a fazer orações pedindo perdão a Deus pelo pecado cometido, mas pedia chorosamente para não tirar o cacete de dentro do seu rabo.

Será que os evangélicos heterossexuais são passivos e frios com suas mulheres?

Como se comportam os evangélicos com suas amantes?

O que será que eles dizem ou pensam quando estão fazendo sexo?

Credo! Não quero nem pensar.

Político evangélico pra mim é sinônimo de inimigo!

Você sabia que o pastor Silas Lima Malafaia é registrado como psicólogo profissional sob o nº: 24.867CRP/RJ?

Nota: A segunda imagem deste post é do industriário Ricardo Reder, 48 anos. Ele é evangélico e soube há dois anos que o seu filho de 18 anos era gay.

Dia 28 de Junho – Dia Mundial do Orgulho Gay

 Caro leitor: Divulgue este artigo na sua rede social e compartilhe com amigos

Leia também:

@@ A igreja e os homossexuais

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 27/06/2012, em Política, Religião e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 7 Comentários.

  1. Os pastores e padres usam a bandeira contra a homosexualidade por não terem o que oferecer para a sociedade, somente falsa moral. Conheço vários evangélicos e a maioria tem amante, além de serem extremamente gananciosos no que se refere à dinheiro. Fazem discursos moralistas mas são os mais safados. O que se diz pastor Silas malafaia, por exemplo, utiliza a guerra contra os homosexuais, talvés para ocultar o que está bem evidente, ele é efeminado e se esconde atraz do proprio discurso.

  2. São uns hipócritas, pois existe uma leva imensurável de evangélicos gays, inclusive pastores que pregam o ódio e depois dorme nos braços dos seus amantes, já tive um exatamente assim.

  3. Vamos pensar em numeros: são 364 dias no ano para os heteros e um dia para os gays.
    é muito pouco…..
    …só um dia de tolerância, um dia sem violência, um dia de paz, um dia ke vc é realmente

    livre, de boa será KE ESTE DIA EXISTE???????????

  4. as coisas são tão simples e não sei porque tanta confusão….
    O MUNDO É GAY… se o homem mais poderoso e popular que se teve no mundo foi ‘JESUS
    E JESUS AMAVA TODOS OS HOMENS, qual a conclusão:

    marque a alternativa correta:

    ( ) ele era do babado

    ( )ele era já um simpatizante ou ativista em prol das causas GLBT( dos excluídos)

    ( )ele não casou e nem teve filhos, era enrustido então essa leis foram inventadas

    ( )ele era bi ou então bipolar????????????

    ( )Vc é homem-sexual(homossexual)??? então vc vai para o inferno

    ( )o silas malafaia e o Bolsonaro são os discípulos vivos e mais honestos do mundo.

    obs: opinem grisalhos ajudando no IBGE de 2012

    • Correto, Marcelo. O homem mais poderoso que teve no mundo foi Jesus. Por que os evangélicos, também não aprendem a amar a todos como Jesus amava? ao invés de ficar usando parte da bíblia para condenar os homossexuais.

  5. Os evangélicos são os primeiros a dar as costas aos ensiamentos de Jesus: “amai-vos uns aos outros”; A bancada evangélica é apenas fachada, existe para que eles defendam e protejam aqueles pastores que arrancam dinheiro dos menos favorecidos e esclarecidos. Que pena tudo isso…

    • Você tem toda razão,Eduardo: as religiões evangélicas são uma fachada para pastores desonestos que usam a credulidade e generosidade dos fieis em proveito do própriio enriquecimento.E o projeto deles também é político: instalar uma ditadura fundamentalista e pseudo religiosa com plataforma anti-gay e anti-liberdade em setores de comando do país, como o poder Legislativo e Judiciário.Olho vivo nesses safados, povo brasileiro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: