O conflito de gerações no universo gay

Ontem eu ouvi um gay idoso dizer que os jovens gays não respeitam a discrição e que tudo caminha para a imoralidade.
O universo gay sempre teve conflitos de gerações e o principal deles é a desvalorização dos gays mais velhos pelos mais novos. Alguns estudiosos chamam isso de “gerontofobia”.
Por outro lado o inverso também é verdadeiro e o meu amigo é apenas uma representação de um olhar negativo sobre a geração mais jovem.
Existe aí um conjunto de características morais desqualificadoras.

Os gays mais velhos dizem que os mais jovens são escandalosos, vulgares, promíscuos e muito femininos, mas o que eles esquecem é que o contexto atual está vinculado à liberdade e à vivência da sexualidade de uma forma mais aberta e menos repressora.
Isso tudo é fruto das lutas e conquistas dos movimentos LGBT composto por gays que hoje são maduros e idosos – construímos o futuro para as novas gerações e nos incomodamos com isso?

Os jovens conquistam espaços onde se sentem seguros para expressar seus afetos de maneira pública, sem respeitar a discrição que era parte expressiva de outros contextos restritos vivenciados pelos mais velhos nas décadas passadas.

Aqui o conflito de gerações não está na idade, mas nas preferências, porque os gays mais velhos olham sempre os casais jovens e se esquecem de que muitos jovens gostam de homens mais velhos – Esses jovens tem comportamento discreto e sem afetações, talvez pela própria convivência com os mais velhos.

Os jovens gays que não gostam de gays mais velhos e idosos vivem a plenitude da sua juventude, se relacionam com jovens, vivem no mundo de Peter Pan e acham que a velhice não faz e nem fará parte da sua vida.

Eu sempre gostei de gays mais velhos e hoje na plenitude da maturidade e caminhando para a velhice, eu consigo entender o comportamento dos gays jovens ou idosos e como isso afeta as relações sociais.

Os conflitos sempre existiram e sempre vão existir. Pode até haver falta de respeito à discrição, mas não pode haver a falta de respeito ao ser humano dentro do próprio universo gay.

Data comemorativa:
Hoje, dia 13 de maio comemora-se a Abolição da Escravatura no Brasil. A palavra “abolir” significa acabar, eliminar, extinguir. A escravidão foi oficialmente extinta nesse dia por meio da Lei Áurea. “Áurea”, por sua vez, quer dizer “de ouro”.

Bom final de semana a todos.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 13/05/2011, em Comportamento, Opinião, Sociedade e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Wanderson Davi

    Há mais de 10 anos acompanho o site dos grisalhos, sempre gostei dos artigos abordados.
    Acredito sim que tenha jovens que gosta de homens maduros,
    tenho 34 anos e sempre me relacionei com homens mais velhos e acredito tambem que possa ser a minoria que gosta.
    Tem muitos que criam uma muralha de duvidas e inseguraça quando se depara com um admirador de homens maduros.
    Quando estava com meus 17 anos tive meu primeiro relacionamento de 6 anos, ele tinha 52 anos e fomos muito felizes, porem que na epoca atual posso dizer que se mudou muito a maneira dos homens maduros e os jovensn pensar, claro que para qual existe uma tribo hoje de perfil onde tanto os novos como os mais velhos estão buscando mais o seu perfil em comum onde acabamos a passar por um periodo mais solitario em nosso castelo ou muralha, mas acredito que nao devemos disistir ou ficar frustrado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: