O mito sobre o dinheiro dos gays

Na contramão da cultura de consumo do Mundo Mix onde todos pensam que os gays são endinheirados, bem remunerados e gastadores em potencial, o jornalista canadense Joe Clark desmistifica essa afirmação, além de fazer pesquisas na área de economia e sua relação com o trabalho remunerado dos gays.

Um dos mitos desmontados por Clark foi o da bonança que existe entre os gays. Segundo uma tese muito disseminada no mundo dos negócios, casais homossexuais sem filhos teriam mais dinheiro para gastar com serviços, carros de luxo, viagens e roupas de grife. Nos anos 90, marqueteiros disseminaram o termo “pink money” para definir o potencial dos consumidores gays.

Diariamente acompanhamos nos jornais e TVs brasileiras que o consumo invadiu as classes sociais mais baixas e a classe D passou para a classe C e nesse segmento também existem milhares de gays.
Eu conheço bastante o mundo gay e sei perfeitamente que existe um batalhão de gays que são mal remunerados, tem emprego temporário, passam por dificuldades financeiras e que poucas vezes ou quase nunca saem para as baladas por falta de dinheiro.

É óbvio que existem executivos, diretores, empresários gays, mas são tão poucos que dá para contar nos dedos. Os gays tem bom grau de instrução e nem por isso tem as melhores remunerações em suas áreas de atuação.
Outro fator preponderante neste cenário é a discriminação. Nas empresas em geral a segregação por orientação sexual deixa os gays em condições desfavoráveis. Aí sobram as funções com baixa remuneração.

Pra finalizar digo sem nenhum pudor: Mesmo saindo do armário, não espere mudanças na questão profissional e na relação com salários e dinheiro. Também, muito cuidado para não cair na fila do desemprego.

Os gays precisam se conhecer, não só emocionalmente, mas também nas esferas econômica, profissional, social, religiosa e intelectual. O conhecimento de nós mesmos vai possibilitar que possamos traçar estratégias de autodefesa, individual e coletiva.

Se você quer conhecer o trabalho do Clark visite Gay Money – Você pode traduzir o site para o português utilizando o tradutor do Google.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 03/05/2011, em Economia, Mercado de trabalho e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: