Um lugar chamado Paribar

Fundado em 1949, na Praça Dom José Gaspar, em São Paulo, o Paribar foi reduto da boemia paulistana até 1983. Era um local de encontro de executivos, profissionais do jornalismo e turistas. Os gays foram chegando devagar e tomando conta do espaço entre as décadas de 1960 e 1980.

A primeira vez que eu entrei no Paribar foi em 1974. Lá eu conheci o meu primeiro companheiro, cuja relação durou dois anos.

O bar fervia todas as noites, mas o maior movimento acontecia às sextas-feiras e sábados e fechava sempre no começo da madrugada. Podia-se observar os gays bem vestidos e educados degustando os aperitivos e bebidas. Muitos chegavam acompanhados de seus parceiros, outros com pequenas turmas de amigos. O ambiente era alegre e descontraído, além da segurança e do conforto do lugar.

Eu gostava de me sentar nas cadeiras de vime na varanda e apreciar a paisagem. Era delicioso ver o povo passar. Durante a década de 1970 a ferveção foi constante. Havia muitas paqueras sempre discretas e de acordo com o comportamento da época. A praça Dom Jose Gaspar era um reduto de outros gays que passavam pelo local apenas para ver os fregueses ou encontrar alguem conhecido.

Ali eu conheci uma boa parte da fauna gay paulistana, fui assimilado na cultura gay, aprendi todas as lições dos flertes e paqueras, bem como, adquiri a cultura por coisas boas, como literatura, teatro e cinema, além de ótimas conversas sempre regadas com muita bebida. Os drinks do Paribar eram clássicos e os meus favoritos eram o Cuba Livre e o Gin Fizz.

Durante uma década da minha juventude, o Paribar foi o meu local favorito, era quase um cartão postal da cidade. Hoje em minhas memórias ainda existem fragmentos de uma época de ouro da minha vida gay que não volta mais.

Eu adorava o Paribar e quando ele fechou suas portas em 1983 já vivíamos o fantasma dos tempos da AIDS.

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 24/03/2011, em História, Memória e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: