Gays maduros não revelam orientação a médicos

Acho que é cultural, mas os gays brasileiros não revelam a sua orientação sexual a ninguém e nem a médicos, apesar da maioria ter um historico de doenças sexualmente transmissíveis. Além disso, é evidente a situação de não preparação para o envelhecimento, embora os gays tenham pavor da solidão.

A forma como os gays preparam o seu envelhecimento também revela algumas fragilidades. O círculo de amizades é muito reduzido e a maioria admite que não conversa com a família e os poucos diálogos ocorrem com aqueles amigos mais íntimos, que na velhice dá para contar nos dedos.

Aqueles que estão envelhecendo não observam ao seu redor que outros gays da mesma idade ainda não entendem sua orientação sexual e evitam conversas sobre amor e sexo entre os iguais – É o que eu chamo de “cada um no seu armário”.

Em contrapartida os gays mais jovens trocam informações sobre a sexualidade e procuram compartilhar informações com colegas e médicos, o que pode auxiliar na identificação de doenças e obter auxílio médico para tratamentos que no idoso geralmente ocorre tardiamente.

Eu recomendo a todo gay maduro ou idoso: Procure um médico infectologista e que ele saiba sobre a sua orientação sexual. Ter uma relação aberta com um médico é o primeiro passo para enfrentar o preconceito internalizado em todos nós.

O ponto X deste assunto é a sua saúde e não a orientação sexual.

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 24/02/2011, em Saúde, Sexualidade e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Boa recomendação. Eu confesso que oculto dos muitos médicos a que vou o fato de fazer sexo com homens. Só que, uma vez, tive um problema e fui a um proctologista. Ele me examinou, diagnosticou e resolvi perguntar coisas sobre as quais tinha dúvida. Por exemplo, ter hemorroidas e fazer sexo anal? Não tem problemas, não se preocupe, só evite quando elas estiverem expostas pois vai doer e demorar a melhorar. Perguntei também se, então, ter sexo anal era bom para as hemorroidas. Bem, elas devem ser colocadas de volta em seu lugar. O sexo anal quando elas não estão inflamadas as põem em seu lugar.

    E perguntei então quando podia voltar a ter sexo. Assim que ficar bom, evite por uns dias.

    Ele respondeu a tudo como qualquer médico, sem mostrar nenhum preconceito. Eu já ia a ele regularmente ( o que se recomenda é depois dos 50 ir ao menos de dois em dois anos). Continuei indo e não escondo o que sou.

    Converso com um amigo infectologista sobre DSTs, não preciso dizer porque, fica como curiosidade minha. Mas quem não tem este acesso deve ir sim, ao urologista, ao proctologista, ao clínico e, quando couber, falar o que tiver que ser dito.

    Afinal, o importante mesmo é continuar vivo… E bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: