O gay que não é gay

A foto é de Salomão Silveira, carioca residente na Ilha do Governador no Rio de Janeiro. Ele é o gay que disse que não é gay.

Na noite da última quarta-feira um gay de 55 anos foi assassinado dentro de um motel no bairro de Campinho no Rio de Janeiro.
O bofe saiu com o coroa e foi para o motel, transaram e no final Salomão assassinou o mais velho por enforcamento.

Na declaração à polícia Salomão de 21 anos, paraquedista do exército alegou que foi sequestrado.
Na verdade Salomão Silveira é um gay homofóbico que não aceita a própria homossexualidade e possivelmente cometeu o crime por motivos psicológicos e por sentir muita raiva contra os gays.

A homofobia interiorizada é uma verdadeira arma contra nós mesmos e isso é muito comum no meio gay.
Salomão também afirmou ao delegado que não é gay.
Então eu pergunto: o que ele foi fazer num motel às 4h das madrugada e na companhia de um gay?

Infelizmente essas notícias apenas confirmam as estatísticas e os gays maduros e idosos estão muito expostos a todo tipo de violência física e muitas vezes com consequencias fatais.
Leia a matéria no MundoMais

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 05/11/2010, em Polícia e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. É isso aí, Akodi. Agora, eu tenho lido algumas matérias do blogueiro, onde ele tece comentários sobre promiscuidade, sobre relação aberta, sobre provar novos parceiros para descobrir a sexualidade, sobre o dito ser passivo e ativo necessitando de parceiros que satisfação suas necessidades, tudo isso como se fosse legal para o ser humano. O ideal seria o blog denunciar, não digo denunciar estas práticas, pois cada um faz o que quer da sua sexualidade, mas um trabalho de conscientização, alertando sobre os males emocionais causados a terceiros, sobre doenças, sobre ética, moral e caráter. Oras bolas, quer dizer, então, que se eu arrumar um parceiro, e este não tiver afinidades para ser ativo, eu vou ter que, escondidinho dele, ir a uma sauna dar para quem tem, ou procurar alguém num site para fazer este trabalho? Sosseguem os rabos que ganham mais.

  2. Que pena que a impunidade continua solta, ao meu ver, parece que quando se mata um gay, ninguém morreu, vemos nestes ultimos dez anos, varios, aqui em São Paulo assasinados, mormente enforcados com fio de telefone, e nunca ouvimos dizer que alguém foi preso, por favor, se souberem que algum gay incauto que foi assasinado, devido ao descuido e paixão, ou mesmo carência tenha sido preso e condenado, informe-me, para que possa pensar em acreditar na justiça humana.e, quero deixar a Idéia, que quando da passeata, não desfile só viadagem e promiscuidade, cachaça e inrracionalidade, desfile sim, denuncia, cobrança das autoridades, desfile sim, conciência de que ser gay, mesmo neste seculo atual, continua sendo, maus….. muito maus, mesmo porque a geração que ai vem, além de pouco instruída em materia de respeito e educação, se tornou promíscua… e isso ser promiscuo não é sinonimo de Liberdade, mas de libertinagen, e isso, isso mesmo, também não é bom……………………..

  3. Kiko Riaze

    Meu irmão é hétero, casado, tem filhos. Muitas vezes eu o levei junto com a esposa para curtir comigo baladas gays. Eles adoram. Divertem-se como nunca, fazem amizades. São héteros e não têm problema nenhum em estar ao lado de gays. São bem resolvidos.
    Por que escrevi isto? Porque é desta maneira que eu penso: hétero que é hétero mesmo, seguro de sua sexualidade, não dá a mínima se a pessoa que está a frente dele é gay ou não.
    O cara que tem problema com isso é porque lá no fundo tem alguma coisa pegando.
    Com certeza esse imbecil assassino é um gay encubado.
    Agora vamos torcer para que não saia impune dessa. E vire mulherzinha de bandido no xadrez…

  4. Gay homofóbico???? Seria a mesma coisa você dizer quando um homem hetero mata uma prostituta no motel, que ele é um putofóbico, pois não suporta prostistutas, ou quando um hetero mata a amante, que ele é um amantefóbico, ou quando mata a esposa, que ele é esposofóbico, etc, etc, etc. Ah, cara somos homossexuais e ponto final. Não temos que ficar arrumando picuinhas por aí, só para ficar falando de homofobia, preconceito, racismo. A sociedade sempre foi assim e sempre será. Sou homossexual, mas não tenho a necessidade de propagar minha sexualidade e a de ninguém mais neste mundo. Vamos viver nossa vida e se ela tem que ser como a sociedade impôs, que assim seja, não tenho que dar bandeiras, não tenho que me aparecer, e fazer gracinhas para promover a minha classe. PS: O camarada matou o homem de 55 anos, porque ele é um safado, psicopata, sem caráter, péssima índole, etc. Uma pessoa assim pode ser tanto homo quanto hetero. Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: