O assédio contra os gays maduros

Passada a ressaca do feriadão prolongado volto à normalidade para falar de assédio contra gays maduros – isso mesmo! Assédio!

Um amigo me contou que não aguenta mais ser assediado por jovens entre 20 e 30 anos de idade. A qualquer hora e em qualquer lugar ele se depara com cantadas, paqueras e muitos convites para relacionamento sexual e tudo acontece de uma forma direta e sem rodeios.
Quem lê isso fica imaginando que o meu amigo é um Dom Juan dos trópicos ou um Deus grego do século XXI. Que nada! Homem simples no auge dos seus 55 anos ele passaria despercebido em qualquer ambiente heterossexual de São Paulo.

O assédio existe, principalmente, em locais como saunas, bares, boates e points gays. Esse fenômeno ocorre devido à abertura e a liberdade dos dias atuais aliada aos atributos da experiência de vida, a estabilidade financeira e a possibilidade de um relacionamento mesmo que eventual. Quem assedia tem tudo a ganhar e nada a perder.

Os relacionamentos abertos estão na moda, mas no fundo somos conservadores e queremos um companheiro exclusivo e bem resolvido, preferencialmente que tenha todos os atributos físicos que procuramos, além dos quesitos financeiros. Não vou generalizar, mas a maioria quer um paizão.

Os gays admiradores de maduros e idosos assediam os mais velhos porque esses gays não aparecem todos os dias nos ambientes GLS – É quase um animal em extinção. É difícil vê-los circulando em points gays, ainda mais sozinhos.

O mais interessante é que quanto mais velho, os assédios são mais frequentes. Outro fator muito recorrente são os assédios aos gays que tem relacionamento fixo. Os caras não respeitam mais ninguém, é muita falta de respeito ao próximo.

No ano passado o meu companheiro foi paquerado descaradamente dentro de uma igreja católica e o homem nem se preocupou comigo que estava ao lado, quando percebeu que estávamos juntos disfarçou e saiu de cena.

Eu já escrevi que os gays maduros estão em todos os lugares,obviamente, milhares deles estão disponíveis, mas a maioria está comprometida e vivendo relacionamentos estáveis, aí quando aparece alguém solto no meio da multidão acontecem ataques loucos e desesperados como se fosse o último ser humano disponível na face da terra.

Eu não tenho nada contra o assédio, desde que seja de uma forma inteligente e civilizada.

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 03/11/2010, em Comportamento, Relacionamento, Sexo e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. Em muitos comentários vejo pessoas falando que jovens vê bolso dos homens maduros, coroas, sempre alguns falam das exceções que existem no mundo jovial. Sim, existe e muitas, as vezes muito mais do que muitos coroas, maduros imaginam.
    Existe jovem que lê, se informa, discute, trabalha, e muito. Existe jovem que escuta Beethoven, Mozart, Bach, Chopin, Mpb, música Francesa, Italiana, Gregoriana, Grega etc. Existe jovem que não se contenta com a politica, e antes de discutir, no mínimo já leu Platão, Aristoteles, Bobbio. Existe jovem que antes de achar que tem a razão de uma discução conhece o método Socrático do conhecimento, já leu ínumeras obras de psicologia, jovens que não se contenta em comentário superficial e mergulha numa obra clássica. Existe jovem que antes de discutir religião, estuda antes de emitir qualquer comentário fulgaz. Existe jovem que fala mais que um ídioma, jovem que viaja não com dinheiro dos pais ou de homens maduros, mas com o próprio. Jovem que se forma em cultura, intelectualmente. Existe jovem que antes de um encontro passa no caixa eletrônico e saca o seu dinheiro e que não depende do coroa para pagar um jantar. Existe jovem que banca coroa e existe coroa que não lê, não se informa tão pouco se forma. Existe coroa que olha a conta bancária do jovem, o carro, o bairro que mora e se diz “apaixonado”.
    Existe jovem que ama, não somente rola e bunda, mas ama o próximo, que desenvolve trabalho humanitário na África e em paises em caos profundo. Existe jovem que pensa, escuta, entende, compreende e acima de tudo se valoriza, jovem que antes da transa coloca comisinha.
    Tudo isso não me refiro á jovens de 30, 35, 40 anos, e tão pouco me fecho, me rotulo a minha realidade no auge dos meus 26 anos. Existe muito mais que podemos imaginar. Existe jovem leal, de carater e personalidade, que possui opnião própria e não se vende a opinião alheia. Existe jovem que tem, possui, mas não por que nasceu rico ou vive com os pais, e sim que lutou e merece tudo o que tem méritocraticamente.
    Existe muitos além de mim e melhores que eu e você.
    Portanto eu vos peço, não generalizem, não sejam pseudos e tão pouco pequenos ao dizer das “exceções”.

  2. O Blog é de muito bom gosto, meus sinceros parabéns! Quanto a postagem sobre assédio a maduros, já sofri na pele. Tenho 32 anos e tenho um relacionamento fechado com um cara maravilhoso de 53 anos. Estamos juntos a quase 04 anos e o assédio vem tanto de mulheres quanto de rapazes mais jovens. Tenho minha cabeça no lugar, trabalhamos em conjunto, temos nossa empresa e acredito que esse tipo de relação possa dar certo, sim! Não dependemos financeiramente um do outro e nem temos crises de ciúmes.
    Eu sempre adorei os maduros, pois eles tem um ar misterioso, tipo sabem muita coisa e não abrem! Isso me excita muito….
    Vivam os maduros!!!

  3. Eu adoraria saber mais sobre a pessoa que posta estas postagens neste blog e se ele é brasileiro.porque usa de uma linguagens extremamente sensível,consciente,respeitosa e universal,ate hoje eu nunca tinha visto um blog tão completo e unicamente dedicado ao tema e que ao mesmo tempo esta em sintonia com fatos do mundo a ele(blog)relacionado.parabens mesmo, fantástico este blog.

    • Vez ou outra eu passeio pelos posts e comentários e somente hoje cheguei até o seu. Tenho 54 anos de idade, sou de São Paulo, sou brasileiro e estou num relacionamento estável há cinco anos. A linha editorial do blog é justamente tudo o que você escreveu porque como posso conseguir a sua atenção se eu não for respeitoso? Enfim, vamos levando a vida,

      boa sorte
      abs
      Regis

  4. eu particularmente adoro homens maduros, porque eles sao muito charmosos e carinhosos.eu nao tenho nenhum interesse financeiro pelo menos,no meu caso eu ja dei em cima de um coroa, do mesmo jeito q coroas dao em cima de mim!

  5. Eu tenho 50, casado, e sei como é isso.
    Acontece mesmo como seu texto relata. O assédio acontece, e muito frequentemene. Só que, junto com a idade, temos um pouco de experiência e abandonamos algumas ilusões.
    Explico: não duvido que um jovem possa se interessar por homens mais velhos. Aliás, a falta de interesse só é comum entre os que nunca estiveram conheceram um, ou que são extremamente preconceituosos. E preconceito, como sabemos, impede muita coisa boa na vida.
    Então, embora um grisalho possa despertar interesse como qualquer outro homem, já desde os tempos em que eu frequentava esses ambientes onde se respira o preconceito, eu já evitava os muito novos e muito “interessados”. Quase sempre, eles estavam de olho no meu bolso, que alías não é lá essas coisas… Nada contra, não é isso. Nada contra um grisalho pagar, se quiser, se interessar, se estiver a fim. Cada um sabe o que é melhor pra si. O problema acontece quando o mais velho se ilude e acha que uma relação dessas pode prosperar. E até pode, sem dúvida. Mas (infelizmente, eu penso assim), temos que lembrar que seria exceção à regra.
    Todos nós podemos nos divertir muito, mas sempre sabendo em que terreno estamos.
    Agora, tentativas de separação de casais… são ainda mais comuns. Em geral, quem nunca viveu uma relação gay estável acha isso impossível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: