Gays maduros e o FAKE da Internet

Os gays maduros e os idosos estão cada vez mais dentro da rede mundial.

Primeiro eles aprenderam como manusear o “mouse”, depois conseguiram decifrar o que é IE e Firefox, às duras penas conseguiram enviar o primeiro e-mail e com muito, mas muito sacrifício aprenderam como acessar o MSN. O processo é linear e não tem volta porque é um processo que se retroalimenta para a frente e para o futuro.

O meu ex companheiro tem 76 anos e surfa na Internet com uma desenvoltura que há três anos qualquer um duvidaria. Ele aprendeu pesquisas avançadas no Google e busca textos e imagens com uma facilidade juvenil, mantém até conversas via Skype.

A Internet funciona 24h por dia, sete dias da semana, e tem gente que não dorme, mesmo em horários inusitados, como entre as 3h e 5h da madrugada, longe de qualquer violência das ruas ou da possibilidade de ser descoberto ou apontado como viado.

Assim, na sala ou no quarto da sua casa/apartamento você se conecta no mundo virtual e se sente seguro e feliz.

Os especialistas dizem que o computador faz muito bem para os idosos em geral.
No seu bookmark estão endereços como Manhunt, Disponível, Older4Me e até os Grisalhos.
Tudo é muito fácil e prático – basta digitar login e senha e lá vai você entrando no corredor da “pegação virtual” com uma identidade secreta e prá lá de fajuta.

Todo o controle está no teclado à sua frente, com ou seu Web Cam, basta jogar a isca como por exemplo: “homem maduro acima de 50 anos afim de amizade” e o seu mundo se transforma e você nem precisa escrever que está afim de sexo.

Você vira celebridade em apenas alguns minutos e passa a ser o gay mais cobiçado na web. Os admiradores de gays maduros caem em cima de você como borboletas ao vento.

Na tela aparecem vários convites para “papo particular”, “conversa reservada” ou “estou na CAM”, então você começa a se fazer de gostoso e difícil.

Tecla que quer relacionamento sério com homem sério e que você não é promíscuo, mas tudo isso é um “faz de conta”, você pode ser o anjo bom da Internet ou o gay mais conservador e discreto. Na verdade ninguém é santo, muito menos sério.

Ai um anúncio te chama a atenção:
Nick: executivo_dot@do e sua descrição: “Ativo, 40 anos (mesmo que ele tenha 20 ou 60), 19cm (mesmo que ele tenha 10, 12 ou 14), procuro homem acima de 50 não efeminado (mesmo ele sendo) para sexo.

Você fica louco de tesão e começa a baixar a guarda e cai na rede, ou melhor, no aquário assim como o Nemo ( o peixe ).
Você se deixa envolver e também usa fakes. Assume a identidade de um professor, executivo de multinacional, bacharel, doutor, fazendeiro e até político aposentado.

Isso não quer dizer que você vai se dar bem ou mal, mas é apenas um exemplo de como as coisas acontecem no mundo virtual e como ele está cheio de identidades fake = Falso.
Todo mundo cria um personagem, inclusive, você e raras são as exceções onde esses contatos dão certo.
Quantas vezes você já apagou da memória ou das anotações aqueles contatos dos sites de relacionamento? Tudo é muito simples, frio, sem sentimento e não há nenhum remorso ou arrependimento.

Há pelo menos uns cinco anos eu recebo e-mail de gays que conheceram o seu grande amor na Internet e eu já nem sei se amor e sexo são coisas diferentes.

Um mais inocente acredita que dentro de dois anos poderá viajar para Manaus e encontrar a paixão da sua vida.
Outro mais otimista já marcou viagem para passar um final de semana numa fazenda em Goiás, isso porque o Nick do correspondente era f@zendeiro p@uzudo.
Sem contar aqueles que acessam a web via Lan House em busca de sexo fácil e se dizem honestos, pessoas simples, trabalhadoras, etc.
Muitos vasculham os sites de relacionamentos fora do Brasil na expectativa de encontrar o príncipe encantado nos Estados Unidos que lhe dê dinheiro, conforto e muito pau no rabo – Santa ingenuidade!

Todo esse teatro do faz de conta quando transpõe para o mundo real pode ser uma grata surpresa ou uma tremenda decepção – Na maioria das vezes é pura decepção!
Outros ingênuos passam o telefone para contato – aí a vida vira um inferno, porque aquele admirador do gay maduro não pára de ligar e ainda por cima faz ligações a cobrar. Se ele está no sudeste a ligação vem do nordeste, se ele está no centro oeste a ligação vem do sul e assim sucessivamente.

A Internet é um mundo maravilhoso, uma fonte inesgotável de conhecimento, mas quando você vacila ou se deixa levar por oportunidades de sexo fácil vai entrar na roda viva do mundo do Faz de Conta e a sua vida nunca mais será a mesma.

Você está viciado na Internet e dentro do submundo chamado “sexo virtual”, seja de bate papo, relacionamentos, imagens de homens sarados e pauzudos, filmes pornô, web Cam, MSN.

Você já se acostumou com isso e muitas vezes não dorme sem antes se conectar para saber se chegou e-mail, se aquele amigo virtual enviou a foto prometida e se sobra um tempinho antes da meia-noite, ainda dá uma passadinha rápida no batepapo do UOL ou TERRA, preferencialmente, nas salas com imagens de sexo.

A Internet mudou completamente a sua vida e você já não vive sem ela, mesmo que seja apenas para fazer de conta, massagear o seu EGO ou para se sentir importante e ainda em condições de arrasar quarteirões e arrastar uma legião de fãns.
Na hora da verdade você está invariavelmente, SOZINHO, batendo uma punheta em frente ao monitor do PC e tendo orgasmos múltiplos na vã ilusão de ver e tocar aquele delicioso corpo masculino que durante a vida inteira você sempre sonhou, mas nunca teve coragem de fazê-lo.

Leia: Gay maduro sai do armário via Internet

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 24/08/2010, em Comportamento, Internet, Sexo e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Lewis Caroll, sempre atual, um espelho , somos todos Alice, porem agora na Web…não sei se prá melhor, cada cabeça uma sentença, mas é preciso estar atento e forte, nós q. somos 60tão, temos de ter clareza, cristalina, e não baixar a guarda…cairemos 1 vez… mas os truques são os mesmos dol tempo do Bar do Jeca – ipiranga c/av.s.joão . Os bofes, sempre ingenuos, trabalhadores e adoram coroas.. afinal aprenderam as regras do capitalismo, … somos detentores de salário e renda certeira – as tias -Um porém, canto de sereia? nem Ulisses, resistiu, sucumbiu. porém a violencia fisica, se alastrou, somos alvos…melhor em parte e ficarmos sos frente a tela, tocando um pounhetaço… s/ risco de violencia e DST… enfim… a vida roda…..

  2. Muito bom o texto. A realidade é essa mesmo!
    Como diziam os (ainda mais) antigos, na letra daquela música famosa: banana madura, na beira da estrada, ou tá bichada, ou tem marimbondo no pé.
    Eu ainda não cheguei aos 50, quase, mas mesmo assim, já experimentei algumas tentativas de aproximação interessada. Afinal, se vc tem mais de quarenta, a probabilidade do garotão se arrumar na vida com o coroa é grande. Um deles, do interior de Goiás, pra se ter uma idéia, tava procurando alguém que o apoiasse na mudança pra Brasília. Claro, em troca de alguns favores sexuais…
    Se depender só de mim, pobre, ele infelizmente vai continuar lá. Mas, se arranjar um anjo velho que o traga pra cá, e se for bom pra ambos… eu é que não condeno.
    Enfim, cada um na sua.

    E adorei o último parágrafo: “Na hora da verdade você está invariavelmente, SOZINHO, batendo uma punheta em frente ao monitor do PC e tendo orgasmos múltiplos na vã ilusão de ver e tocar aquele delicioso corpo masculino que durante a vida inteira você sempre sonhou, mas nunca teve coragem de fazê-lo.”

    Só mudaria uma palavra. Ao invés de “nunca teve coragem de fazê-lo’, eu diria “nunca teve a chance de fazê-lo”. Coragem, sinceramente, eu sempre tive e terei. O difícil, depois dos quarenta, é arranjar candidatos. Gratuitamente, claro…

  1. Pingback: Toda nudez será vigiada « Grisalhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: