Boate La Cueva

Assim como os seus freqüentadores, a boate La Cueva é um gay maduro que em 2010 completa 46 anos. Isso mesmo! Fundada em 1964 é o local de freqüência gay masculina mais antigo da América latina e não sei não se não é do Mundo!

Era ano novo de 1981 e junto com amigos eu saí para conhecer a boate. Tinha fila de espera na rua e o panorama era surreal, parecia filme de Felline ou Pasolini. Gays maduros e idosos, cabelos brancos, alguns calvos, outros gordos, outros peludos, efeminados e machões e no meio daquele povo os fieis seguidores e admiradores de gays maduros. Os casais aguardavam o momento para entrar na “cova”, uma visão realmente única para um gay recém emancipado e deslumbrado com o Rio de Janeiro.

Os sucessos musicais daquele ano eram dançantes e românticos, posso enumerar os meus favoritos: Bette Davis Eyes » Kim Carnes, Celebration » Kool & The Gang, The Winner Takes It All » Abba e entre os nacionais: Baila Comigo – Rita Lee, Palco – Gilberto Gil, Gata Todo Dia – Marina.

Mesmo com o calor escaldante de uma noite de verão carioca, eu não queria mais sair daquele ambiente alucinante e hipnótico. Aquele era o meu mundo!

A partir daquela noite eu me dei conta de que aquele era o meu destino, afinal não era ruim e fiquei feliz por saber que existiam locais onde os gays que gostavam de gays maduros podiam se divertir, dançar, flertar, paquerar e beijar muito! Sexo sempre prá depois, no fim de noite após uma balada e a AIDS batendo à porta…

Hoje quase 30 anos depois me dá uma saudade danada daqueles dias maravilhosos, dias de descobertas e aventuras, da busca frenética por um companheiro para dividir momentos de prazer e sonhos, alegrias dos tempos da juventude e sem muita preocupação com o futuro, vivendo exclusivamente por uma noite inteira de prazer.

Nunca mais voltei ao La Cueva. Eu ampliei o meu mundo e literalmente cai de corpo e alma no mundo gay, até o falecimento da minha mãe em 1986 e ai minha vida mudou novamente.

Mas a vida é assim mesmo! Uma roda viva! Importante é estar de bem com a vida gay, porque ela é a única que você tem e não adianta disfarçar e fingir que ela não existe. Se você viver intensamente cada momento você terá muitas histórias pra contar.

Boate LaCueva
Rua Miguel Lemos 51, subsolo
Copacabana – Rio de Janeiro
(21) 22671364

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 13/07/2010, em Diversão, História, Música, Memória e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 14 Comentários.

  1. Francis - Wagner Xavier

    Sou um antigo frequentador do Sótão, The Club e a inesquecível e apaixonante La cuevas, meu deus.. vivi intensamente e amei muito nos anos 1986 a 1989, saudades das pessoas que eu conheci nessas boites e que há anos desapareceram sem deixarem pistas.Um grande amigo: Álvaro o mulato carioca de camiseta cavada que se destacava muito na La cuevas ele morava na Rua Inhangá esq. com Av. de Nsa. Sra. de Copa, Quanta saudade dos nossos encontros na Boite, Também o amigo Hélio Carvalho, Jorginho atleta, tomara que um dia eu ainda possa encontra-los para recordar desta época marravilhosa!!

  2. alguém conhece o marquinhos de bangu da vila militar? do rio de janeiro? acho que é marcos lima.

  3. leopoldo oliveira

    Morei cinco anos no Rio e frequentei algumas vezes a buate nas décadas de 80 hoje tenho 56 anos gostaria muito de voltar lá mais estou longe em Santa Catarina.
    Um abraço a todos os dirigentes e colaboradores da BOATE LA CUEVA.

  4. Gostei muito !!!! um fato histórico mesmo… eu a conheço e gosto muito…

  5. Rudson Freitas

    Kiko, claro que o La Cueva sobrevive e muito bem! Vc como um excelente escritor, sabe que o mundo nao e feito so de bichinhas modernas e da moda. Ja pensou que o numero de enrustidos e mais do que o triplo do que gays assumidos, so pra ter uma ideia. O Cueva, tem um publico mais velho, que diferente do que a midia impoe, estao ai, cheios de vida e amor pra dar. Todo mundo tem o direito de ser feliz e o La Cueva proporciona muita alegria pras pessoas mais velhas que ainda tem muito que viver e nao se trancar em casa e esperar a morte chegar. Alem disso, a casa ferve de garotos que adoram coroas! Eu ja fui um deles, agora vou completar 40 anos e ja me disseram que minha vida comeca, de verdade, agora!
    Sem preconceitos, sem regras, sem julgamentos, apenas querendo ser feliz.
    Obrigado Cueva, pelas noites maravilhosas que ja passei ai.
    La Cueva no Rio e Bailao em Sampa! ADOROOOOOO

  6. Olá pessoal!

    Tenho amigos que frequentam a la cueva e dizem que é muito bom,espero conhecer um dia.
    Abraços!

  7. jonas soares

    Eu adoro a boite La Cueva, principalmente no ano novo. Beijo muito! Foi ali que em 2003, conheci um espanhol maravilhoso. Foi um período inesquecível, namoramos uns 3 meses. Ele foi embora depois do carnaval , e não nos vimos mais. Espero voltar lá. O público mais maduro, compreende mais algumas coisas e são menos egoístas e individualístas.

  8. Ola galera, tudo bem???
    Gostaria muito de conhecer a casa, mas receoso ir sem nenhuma referencia.
    Se algum frequentador quiser/puder me informar como funciona o estabelecimento, fico grato e me envie um email/informativo.
    fevereiro.aquariano@gmaill.com
    Agradecido Antonio

  9. Kiko, eu nunca mais voltei na La Cueva, mas alguns conhecidos de São Paulo vão regularmente o Rio de Janeiro e visitam a casa. Obviamente, o público é fiel por conta da falta de espaços para os gays maduros.

    Abraços

  10. Kiko Riaze

    Caramba, sabe que nunca mais ouvi falar da La Cueva?
    Achei que tinha sido extinta… Será que ainda mantém um público fiel, nesta época de The Week e outras festas “modernetches” que viraram febre?

  1. Pingback: O gueto como referência aos gays | Grisalhos

  2. Pingback: O comportamento social dos gays idosos | Grisalhos

  3. Pingback: A vida dos gays nos anos 60 « Grisalhos

  4. Pingback: O mundo gay e o mundo fora dele « Grisalhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: