Gay maduro – a cobiça está nos olhos

A cobiça é o desejo desenfreado de possuir o que pertence a outro e não a nós. No meio gay isso é muito comum, parece que ninguém quer ver ninguém feliz.
A cobiça parece uma coisa natural, mas dá a entender que quando você está com um companheiro bonito, gostoso e bem vestido o mundo inteiro quer possuí-lo.

Tenho muitas histórias sobre a cobiça em bares e boates GLS e, invariavelmente, ela está associada à “caça” de parceiros para o sexo. Quem está caçando não está nem aí se o cobiçado tem parceiro ou não.

Eu me lembro de um casal de conhecidos que estavam juntos há muito tempo e o “caso”, neste caso, o mais velho era bonitão e despertava nos demais admiradores muito “tesão” e “cobiça”. Numa noite dentro da boate Medieval ( anos 70 ) procuraram um local para se acomodar e na primeira oportunidade o grisalho foi literalmente atacado por dois simpatizantes ao mesmo tempo e quando o namorado chegou ficou perplexo com a cena. Aliás, o grisalho era muito safadinho e permitiu o ataque.

Moral da história: A relação terminou alguns meses depois, por alguns simples motivos desencadeados pela cobiça, como o ciúme, a inveja, a desconfiança e muita raiva.

A cobiça é um apetite louco pelas coisas materiais e quando cobiçamos ou somos cobiçados, os olhos vêem apenas a matéria e não o espírito, ou outras virtudes humanas que não sejam materiais.

Portanto, todo cuidado é pouco. Se você tem um companheiro bonitão cuide bem dele. Por mais que você pense e tenha a certeza que o seu namorado é fiel e sincero, quando o assunto é cobiça fique de olhos bem abertos.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 08/04/2010, em Opinião, Relacionamento, Sexo e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Acompanho o blog há algum tempo e percebo que os artigos são interessantes, mas poderiam ser mais explorandos.
    Exemplo: quando se fala da cobiça, há que considerar todas as variáveis do relacionamento, porque a coisa não é tão simples assim.
    Traição sempre existiu e existe, mas existe também relacionamentos onde a cobiça não tem vez e os casais mantêm relacionamentos duradouros. Isso é uma questão de escolhas pessoais e não dá para generalizar. De qualquer maneira é bom encontrar na internet coisas do nosso cotidiano e que muitas vezes nem lembramos que existe, até vivencia-las

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: