Gay maduro e negro – dupla discriminação

O universo gay é bastante segmentado. Ursos, daddies, musculosos, modernos, negros… Muitas vezes, esses segmentos acabam por se tornar fetiches porque fogem do padrão dominante. Fora desse universo, no entanto, gays negros maduros são vítimas de dupla discriminação: a da cor da pele e a da orientação sexual.

As questões da homossexualidade dentro do movimento negro são recentes e os mais velhos não aceitam devido ao machismo que existe dentro do movimento nacional.
A discussão da discriminação contra gays negros também é muito recente. A esquerda resiste discutir racismo e homofobia, bem como, não se discute o afeto.

Outro fator de discriminação é a preferência, se o negro é passivo tem muitas dificuldades nas relações sexuais, porque os gays construíram uma imagem dos negros como machos de cacetes grandes e comedores. E aqui o fetiche volta à cena, porque o negro é objeto sexual.

Não obstante todas as minhas observações o gay maduro e negro não encontra o seu espaço dentro da própria comunidade, porque este segmento assim como o de idosos também é esquecido.

O cenário atual é reflexo do passado, portanto, cabe ao homem gay negro se impor dentro e fora da comunidade gay, através de suas organizações culturais e associações. O desafio do gay negro é maior do que a do gay branco. Ele tem que lutar contra a dupla discriminação, recuperar sua auto-estima e reivindicar sua inclusão social.
O homem que é gay e negro deve ter muito orgulho de si, de suas origens, de sua rica cultura e de sua beleza física.

Anúncios

Sobre Regis

58 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 03/03/2010, em Cultura, Sexo, Sociedade e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Laercio Alexandre

    Boa tarde, tudo bem

    Eu sou negro uma vez já passei apuros próximo a meu bairro em Santo André, foi de uma molecada me viram conversando com amigo e atirram pedra e paus, mas não conseguiram machucar a gente, e isso precisa se tornar consciência porque somos todos seres humanos independente de cor; e ainda mais pra esse bando de mau informados que são partes de nossos brasileiros e eu acho que não importar em qual maneira pode-se haver algum relacionamento e o importante é amar, um forte abraço a todos

    Laércio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: