Gays maduros – quando o desejo se tornou pecado

Durante o feriado prolongado viajei ao interior paulista e no domingo estive num mosteiro beneditino para assistir à missa de Todos os Santos.
O sermão foi sobre o “pecado original” cometido no Paraíso por Adão e Eva.

O abade explicou sobre as origens das imperfeições humanas, do sofrimento e da existência do mal.
A questão do pecado original aparece no cristianismo em Santo Agostinho, que sugere que o pecado vem da fraqueza da alma, ou da liberdade e não do corpo, que já é impuro, imperfeito. Tal fato ocorre porque Adão e Eva sucumbiram ao pecado, ao orgulho, ao amor próprio e não ao amor a Deus.

Após a missa sentei num banco do jardim do mosteiro e pensei na condição do homem nos dias atuais e em todos aqueles que tem como orientação sexual a preferência por homens.

Gostar de homens é uma preferência carnal, mas o espírito ou a alma não são necessariamente fracos. Acredito haver alguma razão para sermos o que somos e não se deve ter culpas por ser gay.

Passamos toda a nossa adolescência nos culpando e quando chegamos à idade adulta ainda não aceitamos o que somos e na velhice ficamos sozinhos e solitários porque ainda acreditamos que os nossos desejos são pecados mortais.
Temos que aceitar a nossa condição humana e viver da melhor maneira possível e deixar de lado todos os dogmas religiosos que nos imputam culpas.

Desde que nascemos já somos pecadores perante Deus, portanto, o que há de errado em tocar um corpo masculino, beijar os lábios e se entregar à uma relação com um homem a quem temos carinho, afeto e afinidades, além do tesão ?

Existem vários padrões comportamentais no meio gay, mas cada um escolhe o seu caminho – Deus nos deu o livre arbítrio para fazermos da nossa vida o que bem entendermos.

Seja feliz e não tenha culpas, caso contrário você chegará à velhice completamente só e sem ninguém.

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 03/11/2009, em Comportamento, Opinião, Religião. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: