As neuroses do gay maduro

Ontem recebi um e-mail de um leitor que disse estar morrendo de medo de envelhecer e aos 42 anos está mais solitário do que nunca e acha que isso é por causa da sua orientação sexual. Escreveu também tantas neuroses e nem sei se é um problema que atinge a maioria ou se o meu correspondente precisa de um puxão de orelhas.
A seguir algumas coisas interessantes, a maioria delas está em qualquer livro de auto-ajuda:

  • Você não precisa dizer ao mundo que é gay – a aceitação é interior e não exterior;
  • Amor próprio acima de qualquer coisa – primeiro você depois os outros;
  • A idade chega para todo mundo, inclusive aos héteros;
  • Guarde dinheiro para um futuro digno – contrua um patrimônio;
  • Conheça pessoas interessantes;
  • Faça uma rede social real e não virtual;
  • Sexo é ótimo, mas com segurança;
  • Procure regularmente um médico e faça um check-up;
  • Mantenha hábitos alimentares sadios e sem excessos;
  • Cigarro, bebidas e drogas demais são uma droga;
  • Se você chegou até essa idade é porque merece;
  • Solidão é estado de espírito – trabalhe a sua parte espiritual;
  • Faça o bem que tudo volta para você de uma forma imperceptível;
  • Trabalhe a parte física sem exageros;
  • As artes fazem bem à mente;
  • Pratique esportes – se não tem afinidade caminhe ou ande de bicicleta;
  • Faça viagens regulares para repor as energias – mantenha contato com a natureza;
  • No meio gay ou fora dele há muita falsidade e hipocrisia – saiba selecionar os seus amigos;
  • Cuide da aparência e da pele;
  • Faça caridade e ajude o próximo;
  • Descubra novidades – dê luz ao que está na sombra de nós mesmos, através de outros ;
  • Se você não tem alguma deficiência física já é meio caminho andado e se tem agradeça a Deus pela vida;
  • Nunca se esqueça das suas origens e seja sempre humilde;
  • Aprenda a envelhecer com sabedoria;
  • Viver é uma arte.

São muitas as lições que tiramos da vida e existem milhares de formas de cuidar das neuroses da meia idade, principalmente para os gays.

Siga em frente e não viva do passado, pense no presente e projete um futuro melhor e menos traumático.

Ser feliz é a recompensa que todos nós esperamos receber, mas depende do que plantamos no decorrer da vida.

Artigo relacionadoCoisas que a vida ensina….

Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 05/10/2009, em Comportamento, Qualidade de Vida. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: