Gay maduro sai do armário via Internet

Maior do que o preconceito contra os gays maduros é a própria resistência desses gays em sair do armário. Nada contra porque sei de tantos motivos para tal atitude.

As salas de bate papo se consolidaram como um local onde anônimos podem paquerar, fazer amizades e até marcar encontros.
Já existe até classificação das salas por faixa de idade e por lá andei na última semana para medir a audiência. Apenas no eixo Rio-São Paulo encontrei em apenas uma hora mais de mil ocupantes nas salas com idade acima de 50 anos.
Aos poucos o público gay sai do armário por vias cibernéticas, mas os efeitos colaterais podem ser danosos onde a vida real não muda e o armário continua de portas fechadas.
Conheço muitas histórias de relacionamentos estáveis que começaram na Internet, mas o histórico de maduros e idosos que são explorados financeiramente, com chantagens morais, emocionais e violência física também é grande.
Anúncios

Sobre Regis

57 anos de idade, residente na cidade de São Paulo

Publicado em 18/08/2009, em Comportamento, Internet. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: