Arquivos do Blog

Homossexualidade na Terceira Idade

homossexualidade_na_terceira_idade_grisalhosCaro leitores dos Grisalhos, o mês de dezembro chegou e tenho a sensação de que o ano passou rápido. O Verão brasileiro chegará dentro de três semanas e trará com ele altas temperaturas e a certeza de praias lotadas de norte a sul do país.

Enquanto isso, os gays na melhor idade ainda sofrem com o duplo preconceito sobre sexo e envelhecimento, mas aos poucos esse cenário se transforma e traz esperanças aos envelhecentes homossexuais.

Eu sempre acreditei em mudanças, mas ao longo da minha vida eu vi pouca coisa efetiva. É óbvio que a situação hoje é melhor do que há trinta anos porque se hoje vivemos uma situação menos repressora é porque houve uma abertura ao diálogo sobre as questões da homossexualidade.

Também, é legal perceber que os estudos sobre a homossexualidade na terceira idade saem do meio acadêmico e vão para as páginas das revistas e jornais de todo o país. Isso é bom porque se coloca em discussão o envelhecimento dos gays como um processo normal.

O texto deste artigo foi publicado no jornal online Agora Maranhão. Sim, isso mesmo, um jornal do estado do Maranhão com abrangência em mais de 200 municípios daquele estado. Isso reforça o que eu penso sobre mudanças, pois elas acontecem também fora do eixo Rio-São Paulo.

older4me_4A orientação sexual é considerada como parte da identidade individual que é composta por dimensões, tais como: sexo biológico, identidade de gênero, papel social e orientação do desejo sexual. A orientação homossexual, por sua vez, refere-se à preferência sexual por indivíduos do mesmo sexo biológico, compreendendo aspectos como atração sexual, comportamentos, fantasias e preferências emocionais ou sociais.

A Homossexualidade não pode ser definida apenas como a preferência sexual por indivíduos do mesmo sexo, já que o termo “preferência” pode conotar a tendência a escolher, optar, e acaba não incluindo os processos biológicos e psicoculturais que podem determinar esta “escolha”.
Segundo o estudioso “Paiva”, o movimento homossexual tem pouco mais de 30 anos no Brasil, e, portanto, a geração atual de idosos homossexuais foram os que abriram o caminho para uma representação identitária de afirmação política e de combate ao preconceito e a violência contra essa população.

Quando se fala em homossexualidade, a primeira imagem que nos vem à cabeça tem a ver com a juventude, como se a homossexualidade estivesse ligada a ela, o que não é verdade, pois temos os LGBTs da terceira idade, com seus anseios e necessidades de inclusão social.
Os LGBTs mais velhos sofrem de um duplo estigma na sociedade, enquanto os heterossexuais, apenas vivenciam o estigma de ser velho.

Não podemos esquecer também do preconceito que essas pessoas sofrem da própria comunidade de homossexuais. Gays mais jovens têm, muitas vezes, atitudes bem vingativas com relação aos gays mais velhos.

Temos que olhar com muito cuidado e carinho por essas pessoas idosas, pois elas trilham um caminho bem mais espinhoso do que os heterossexuais da mesma faixa etária.

Muito legal esse texto!

A velhice e a homossexualidade juntas nos colocam diante de uma combinação perigosa de preconceitos que tem trazido muita dor aos gays idosos. Precisamos encontrar uma forma de nos libertar da opressão geracional e garantirmos condições dignas aos envelhecentes homossexuais – Oswaldo Braga – Portal Gay de Minas.

Crédito do texto:

Jornal Agora Santa Inês

Série: Vicious

ViciousCartaz-469x620Esta é uma série que desperta curiosidade. Estrelada por duas lendas vivas da classe artística britânica, Ian McKellen e Derek Jacobi estrelam Vicious é uma sitcom (gravada com a presença de um público) que narra a rotina de vida de dois gays na terceira idade.

A série estreou na TV britânica no dia 29 de abril de 2013. No total foram seis episódios, sendo o último apresentado no dia 10 de junho.

O canal ITV informou que a série já conseguiu a encomenda de um especial de natal, que será exibido na Inglaterra no dia 24 em dezembro de 2013 -Também já está confirmada a segunda temporada para 2014, bem como, o lançamento do primeiro ano em DVD previsto para o dia 18 de novembro/2013.

Para nós resta torcer para que a série seja exibida no Brasil, pois ela foi comprada por uma distribuidora americana.

Na história, Freddy (Ian McKellen) e Stuart (Derek Jacobi) estão juntos há quase 50 anos. Freddie era um ator iniciante e Stuart um barman quando se conheceram. Agora, aposentados, eles passam o dia lendo ou passeando com o cão no bairro boêmio de Covent Garden, onde moram.

A música de abertura é Never Can Say Goodbye e interprestada por The Communards.

A série não foi bem recebida pela crítica, que reclamou da má construção de personagens. Vicious também não conseguiu atrair uma grande audiência ao vivo. Estreando com 5.78 milhões de telespectadores, a série foi perdendo público a cada semana, chegando ao final da temporada de seis episódios com 2.77 milhões. Na média, a temporada registrou 3.37 milhões ao vivo. Mas, segundo nota divulgada pelo ITV à imprensa, apesar da queda, a série teria conseguido registrar uma das maiores audiências do canal, quando somados os números das reprises e outras plataformas.

Imagens:

vicious_gay

 

vicious_gay2

 

vicious_gay1

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 274 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: